Conecte-se conosco
Publicidade

Mundo

Para Estados Unidos, pandemia de Covid-19 é inevitável

Novo coronavírus já infectou cerca de 80 mil pessoas e matou mais de 2.700

A Ásia relatou centenas de novos casos de coronavírus nesta quarta-feira (26), incluindo o primeiro soldado norte-americano a ser infectado, e os Estados Unidos alertaram para uma pandemia inevitável, enquanto surtos na Itália e no Irã se propagaram para mais países.

As bolsas de valores despencaram em todo o mundo pelo quinto dia, o cotação do ouro voltou a subir, aproximando-se de altas de sete anos, e os rendimentos dos títulos dos EUA se aproximaram de baixas recordes depois que governos e autoridades de saúde alertaram para uma pandemia de coronavírus.

A Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus,  já infectou cerca de 80 mil pessoas e matou mais de 2.700, a grande maioria na China.

Uma autoridade graduada da Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu maiores preparativos para o surto, o que aumentou uma sensação crescente de que uma proliferação rápida do vírus em mais lugares é inevitável.

Nos EUA, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) também orientou os norte-americanos a se prepararem, dizendo que, embora o risco imediato seja baixo no país, a situação global indica que uma pandemia é provável. “Não é uma questão de se. É uma questão de quando e quantas pessoas serão infectadas”, disse a principal vice-diretora do CDC, Anne Schuchat, na terça-feira. Os EUA relataram 57 casos do vírus.

Os militares dos EUA disseram que um soldado de 23 anos, baseado em Camp Carroll, que se localiza a cerca de 20 quilômetros de Daegu, se contaminou e cumpre uma quarentena voluntária em casa.

 



Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + 11 =