Conecte-se conosco

Mundo

Bento XVI retorna ao Vaticano gravemente doente, afirma jornal alemão

O Papa emérito, de 93 anos, estaria bastante frágil e com a voz praticamente inaudível, declarou o biógrafo do ex-Pontífice ao ‘Passauer Neuer Presse’.

O Papa emérito Bento XVI, de 93 anos, está gravemente doente depois de retornar ao Vaticano de uma visita à Alemanha. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (3) pelo jornal alemão ‘Passauer Neuer Presse’, citando o biógrafo do ex-Pontífice. As informações são do jornal O Globo.

Bento XVI está bastante frágil e sua voz é praticamente inaudível, disse o autor Peter Seewald ao jornal. Seewald se encontrou no sábado em Roma com Bento XVI, nascido Joseph Ratzinger, para apresentar sua biografia. Ele sofre de erisipela no rosto, uma doença infecciosa que se caracteriza por erupções faciais e episódios de dor intensa, segundo o Passauer Neuer Presse.

“Durante o encontro, o Papa emérito, apesar da doença, se mostrou otimista e afirmou que, se a força retornar, ele poderia pegar sua caneta novamente”, afirmou seu biógrafo.

Em junho, Bento XVI visitou o irmão mais velho Georg, que estava doente, na Alemanha, em sua primeira viagem para fora da Itália desde sua inesperada renúncia em 2013. Georg Ratzinger faleceu duas semanas depois aos 96 anos. Os dois irmãos, ordenados padres no mesmo dia, em junho de 1951, eram muito próximos.

Eleito em 2005 após a morte de João Paulo II, Bento XVI foi o primeiro Papa a renunciar ao cargo em quase 600 anos em meio a vários escândalos envolvendo a cúria romana. À época, o Pontífice alegou motivos de saúde e, desde então, tem uma vida monástica no Mosteiro Mater Ecclesiae, no Vaticano. Antes de 2013, o último Papa a renunciar ao cargo havia sido Gregório XII, em 1414.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + dois =

Need Help? Chat with us