Conecte-se conosco

Brasil

Presidente Bolsonaro aciona PGR após STF rejeitar processo contra Alexandre de Moraes

A ação foi protocolada na PGR pouco depois de o ministro Dias Toffoli negar dar prosseguimento a um pedido de investigação contra Moraes na Corte.

No primeiro ano de governo Bolsonaro, o Brasil caiu para a posição 106 do ranking, sua pior alcançada na série histórica.(Foto Alan Santos_PR)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) apresentou hoje representação na Procuradoria-Geral da República contra o ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal). A base do texto enviada para apreciação do procurador-geral Augusto Aras é a mesma protocolada ontem no STF, afirmou o advogado Eduardo Magalhães, que representa Bolsonaro no caso. Ele lista cinco justificativas que, em sua avaliação, fundamentam a ação contra Moraes.

A primeira razão seria a “injustificada investigação no inquérito das fake news, quer pelo seu exagerado prazo, quer pela ausência de fato ilícito”. O presidente passou a ser investigado depois de colocar em dúvida a segurança do processo eleitoral em live realizada em julho de 2021.

“Semanalmente, o presidente da República realiza uma live em seu canal no YouTube. Os temas comentados envolvem o seu trabalho como mandatário nacional, além de diversos assuntos que possam interessar aos seus eleitores e cidadãos brasileiros. Ou seja, trata-se de uma atividade inerente ao cargo político que o ora peticionário Bolsonaro ocupa e que é desempenhada dentro do exercício de uma legítima atribuição profissional”, disse a defesa.

Saiba mais no UOL.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × cinco =