Conecte-se conosco

Brasil

Inclusão digital: Capitais devem ter sinal 5G ampliado até final do mês, prevê Anatel

Até o final de 2029, a agência planeja que as cidades tenham o sinal em funcionamento.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) prevê ampliar a quantidade de antenas 5G nas capitais dos estados e no Distrito Federal para o mínimo uma antena para cada 30 mil habitantes, até o final deste mês.

Há dois anos no Brasil, a tecnologia tem sistemas implantados em mais de 800 cidades e com sinal ativo em pelo menos 589 municípios, com cobertura média de 45%.

Cerca de 28 milhões de usuários têm celulares que permitem se conectar à internet 5G, segundo a agência. O número é três vezes maior que a quantidade de terminais ativos há um ano. O número de aparelhos homologados saltou de 13, em 2021, para 195, em 2024.

Até o final de 2029, a Aneel quer que todas as cidades tenham o sinal em funcionamento. A expectativa é que a cobertura de 5G atinja 84% da população brasileira até 2030.

A medida busca facilitar a inclusão digital e o acesso a serviços avançados, estimulando o crescimento econômico sustentável e a inovação em diversos setores​.

A adoção do 5G pode adicionar aproximadamente 0,50% ao PIB do país anualmente, o que representa um valor de cerca de USD 41 bilhões até 2030, segundo estimativas da World Back.

O acréscimo se dá aumento da produtividade, inovação tecnológica e novas oportunidades de negócios que devem vir com a tecnologia, principalmente em setores como manufatura, agricultura, saúde e transporte.

A previsão é que o número de assinantes de 5G no Brasil alcance 179 milhões até 2030, com uma penetração de 77%​, segundo dados da agência.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 3 =