Conecte-se conosco

Amazonas

Sindicato de Servidores da Polícia Civil do Amazonas convoca Assembleia para decidir sobre indicativo de greve

No último dia 15 de junho, manifestação exibiu um caixão e uma imagem de Wilson Lima, com cartaz onde estava escrito “Governador enterrou todos os nossos direitos”.

O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Amazonas (Simpol-AM) publicou Edital de convocação de Assembleia Geral Extraordinária para as 19h do dia 30 de junho para decidir sobre indicativo de greve da categoria, pauta única de reuniAo. O Edital é assinado pelo presidente em exercício da entidade, Renato Damasceno Bessa. A principal reivindicação do Simpol-AM é o pagamento do escalonamento dos profissionais.

Desde janeiro, quando foram informados que o Diário Oficial do Estado (DOE) publicou um veto parcial do governador Wilson Lima (UB) ao pagamento do escalonamento da Policia Civil, mesmo depois de ter sido aprovada a emenda ao orçamento que garante o benefício, a diretoria do Simpol vem se mobilizando para reverter o que chamou de “tão absurda decisão”.

No último dia 15 de junho, exibindo um caixão e uma imagem de Wilson Lima, com cartaz onde estava escrito “Governador enterrou todos os nossos direitos”, investigadores e escrivães da Polícia Civil do Amazonas promoveram a segunda manifestação em um mês cobrando o pagamento da última parcela do escalonamento e o destravamento das promoções que estão pendentes desde 2011.

“Voltamos a fazer manifestação porque o governador não quer conversar com escrivães e investigadores, não ter atendido nossos pleitos que estão em lei. Por entendermos que estamos sendo discriminados dentro da nossa instituição, onde os delegados já tiveram seus direitos garantidos, os peritos também, e ele não garante os dos investigadores e escrivães, fizemos a manifestação novamente”, disse, no dia da manifestação, um dos líderes do movimento, o investigador James Figueiredo.

O policial informou que diante do fato do governador ignorar os policiais civis, a categoria iria realizar o movimento “Cumpra-se a lei”, endurecendo as mobilizações contra o governador do Amazonas.

Policiais civis do AM voltam a se mobilizar pelo pagamento de direitos após Wilson Lima anunciar promoção a policiais militares

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

19 − 18 =