Conecte-se conosco

Amazonas

Policiais Militares do Amazonas são presos suspeitos de desviar 500 quilos de drogas

Entre os presos, oito são da Força Tática da Polícia Militar e um é lotado na 26ª Companhia Integrada Comunitária (Cicom).

policiais-militares-do-amazona

Nove policiais militares do Amazonas foram presos, em Manaus, na tarde desta quinta-feira (15/02), suspeitos de desviar meia tonelada de drogas apreendidas com traficantes. Além das prisões, a polícia conseguiu apreender R$ 20 mil e celulares. Os policiais foram presos por equipes do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), da Polícia Civil (PC), que não informou detalhes das circunstâncias das prisões.

A droga foi desviada durante uma abordagem policial no bairro Mundo Novo, na zona Norte de Manaus. Os entorpecentes foram transportados por um carro particular e uma viatura da p’ropria Polícia Militar (PM).

Dentre os presos, estão quatro cabos da PM (Michael do Nascimento Melo, Diego Jansen Ribeiro de Araújo, Judah Araújo Chaves e Kellinton Bispo da Silva); dois soldados (João Augusto Bezerra Alves e Ewerton Ferreira Gomes; dois sargentos: Nelson de Melo Ribeiro e Charles da Silva Almeida); e o primeiro-tenente Ricardo Lima Martins. O cabo Felipe da Silva Brito foi alvo de busca e apreensão.

Entre os presos, oito são da Força Tática da Polícia Militar e um é lotado na 26ª Companhia Integrada Comunitária (Cicom).

Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), os militares estão detidos no Núcleo Prisional da Polícia Militar, em Manaus. Eles seguem à disposição da Justiça.

Entre os presos, há quatro cabos, dois sargentos, dois soldados e um tenente. Eles foram levados ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de corpo de delito. Todos devem passar por audiência de custódia nesta sexta-feira (16/02), no Fórum Henoch Reis.

A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) divulgou nota informando que vai instaurar procedimentos administrativos para investigar a conduta dos policiais presos e que não compactua com quaisquer ações ilícitas.

Em janeiro, um tenente e um sargento da PM do Amazonas foram presos, em Manaus, suspeitos de roubarem 250 quilos de cocaína traficados do Peru. As investigações envolviam ainda mais três policiais.

O roubo ocorreu no dia 28 novembro, no Porto de São Raimundo. Segundo as investigações, o Denarc monitorava um carregamento de cocaína e flagrou os policiais militares.

Em outubro do ano passado, o então secretário de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), general Carlos Alberto Mansur, foi exonerado após ser alvo da Operação Comboio, deflagrada em duas cidades do estado e em São Paulo. As investigações apontaram para crimes de extorsão e corrupção na alta cúpula da pasta.

Além do secretário, outras cinco pessoas foram alvo da operação, entre elas dois capitães e um coronel da PM do Amazonas, um comissário da polícia civil e Victor Mansur, filho do secretário.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 4 =