Conecte-se conosco

Amazonas

MP instaura procedimento para investigar oferta de otorrinolaringologistas na rede de saúde do Governo do Amazonas

Denúncia foi formulada no Ministério Público do Estado apontando para a ausência de profissional da saúde no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto

Procedimento do MP partiu de uma denúncia acerca da ausência de médicos otorrinolaringologistas

A promotora da 54ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa dos Direitos Humanos à Saúde Pública, Cláudia Câmara Raposo, determinou a instauração de Procedimento Preparatório para investigar a oferta regular da especialidade médica de otorrinolaringologia, nos serviços médicos de urgência e emergência disponibilizados pelo Governo do Amazonas, em Manaus.

As informações constam na portaria assinada pela promotora e publicada no Diário Oficial do Ministério Público do Amazonas (DOE-MP) da edição do último dia 22 de fevereiro. Em seu despacha, a autoridade ministerial justifica o procedimento com base no teor da Notícia de Fato n.º 01.2021.00003123-8, em tramitação na 54ª Promotoria, a qual relatava a ausência de atendimento de emergência na especialidade de otorrinolaringologia no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.

O 18 Horas/Rádio Mix FM tentou obter mais informações junto ao Ministério Público sobre a denúncia que gerou o procedimento preparatório, sem sucesso.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 + vinte =