Conecte-se conosco

Amazonas

Mais dinheiro: em 5 meses, receitas do Amazonas já somam metade do previsto para 2022

O governo do Amazonas vai encerrar os primeiros cinco meses de 2022 com uma receita acima cerca de R$ 2,3 bilhões maior do que no mesmo período do ano anterior.

De acordo com a Receita, o resultado foi impulsionado pelo melhor desempenho de indicadores macroeconômicos. (Foto:Foto: Adriano Machado/Bloomberg)

Um mês antes da metade do ano, e antes mesmo de completar os primeiros cinco meses de 2022, o governo do Amazonas já obteve metade das receitas previstas para este ano, de acordo com os números do Portal da Transparência do Estado: até esta segunda-feira (30/05), as receitas do Estado alcançaram R$ 11,7 bilhões, ou 49,53% dos R$ 23,6 bilhões previstos para o ano, a maior da história do Estado.


O governo do Amazonas vai encerrar os primeiros cinco meses de 2022 com uma receita acima cerca de R$ 2,3 bilhões maior do que no mesmo período do ano anterior e R$ 3,9 bilhões superior à registrada nos primeiros cinco meses de 2019.

Até segunda-feira (30/05), um dia antes do final dos cinco primeiros meses, de acordo com o Portal da Transparência da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), o governo já registrava uma receita de R$ 11.725.234.064,78, contra R$ 9.357.024.910,15 em 2021 e R$ 7.815.693.182,30 em 2019, primeiro ano da gestão do governador Wilson Lima (UB).

No valor deste ano estão incluídos R$ 5,2 bilhões na rubrica Impostos, Taxas e Contribuições de Melhoria, sendo R$ 46, bilhões de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

As despesas autorizadas pelo Poder Executivo em 2022 somam R$ 24 bilhões. Já haviam sido empenhados R$ 11,6 bilhões e pagos R$ 8,1 bilhões até esta segunda-feira, de acordo com a Sefaz.

Mais dinheiro: Governo do Amazonas tem R$ 2,3 bilhões a mais em receitas no 1º quadrimestre de 2022

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 − dois =