Conecte-se conosco

Amazonas

‘Governador Wilson Lima ignora profissionais da saúde’, diz presidente do Sindpriv, em novo protesto por direitos trabalhistas

Profissionais da saúde voltaram a se manifestar por pagamento de direitos trabalhistas

Foto: Divulgação

Técnicos em enfermagem contratados em Regime do Direito Administrativo (RDA) pelo Governo do Estado voltaram a protestar, nesta terça-feira (21/06), contra o governador Wilson Lima (UB) em mais um ato público pelo pagamento de direitos trabalhistas. Os profissionais da saúde realizaram a manifestação na frente da sede do Governo do Estado, zona Oeste de Manaus, em cobrança pelo pagamento de ticket-alimentação e de periculosidade (risco de vida).

Segundo Graciete Mouzinho, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Santas Casas, Entidades Filantrópicas e Religiosas e Estabelecimentos de Saúde do Estado do Amazonas (Sindpriv-AM), mais uma vez os profissionais em saúde foram ignorados pela cúpula do Governo Wilson Lima. “O que nos falaram é que o governador se encontra em Parintins e que passará uma semana em visita aos municípios do interior. Nos informaram ainda que todos os secretários estão em companhia do governador e que por isso não nos iriam atender. Mas já sabíamos que ele (Wilson Lima) iria nos ignorar novamente. Mesmo que fizéssemos a manifestação na frente da Secretaria da Saúde, também iriam nos ignorar”, comentou Graciete.

Graciete Mouzinho salientou que o ato público serviu mais uma vez para demonstrar o desprezo do governador Wilson Lima com a categoria dos profissionais da saúde. “Nós chamamos a atenção da sociedade para mostrar que o governador não cumpre com a palavra e para mostrar como ele trata os trabalhadores que cuidam da população”, comentou a sindicalista.

Os trabalhadores ressaltam que o não pagamento de ticket-alimentação e nem o risco de vida atinge cerca de 6.442 profissionais e se arrasta desde janeiro de 2020.