Conecte-se conosco

Amazonas

Governador do AM é acusado na Justiça de fazer campanha eleitoral usando auxílio para pobres

Na ação popular são anexados vídeos e fotografias publicadas nas redes sociais de Wilson Lima em que o governador aparece entregando ‘Cartão Auxílio Cidadão’.

O governador do Amazonas Wilson Lima é alvo de uma ação popular por uso do programa social ‘Cartão Auxílio Cidadão’ para promoção pessoal visando a campanha eleitoral do próximo ano. O processo foi ingressado na última quarta-feira, 11, no Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) pelo deputado estadual Dermilson Chagas (sem partido).

Na ação popular são anexados vídeos e fotografias publicadas nas redes sociais de Wilson Lima em que o governador aparece entregando os cartões.

A ação afirma que “referida conduta cuida-se de evidente ofensa do princípio da impessoalidade e ao da publicidade, na medida em que aludida conduta é vedada constitucionalmente, dado a intensa utilização do erário público para promoção pessoal, quer por meio da entrega de cartões pessoalmente pelo requerido, quer pela publicidade destes atos com a menção de seu nome e sua imagem”.

A ação popular tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública e está sendo avaliada pelo juiz Cezar Luiz Bandiera. O processo pede que a Justiça determine ao governador Wilson Lima que não participe da entrega de vale cartões ou quaisquer outros materiais de valor econômico.

O processo ainda solicita que “os réus condenados pelo ato lesivo ao erário, tendo em vista a inobservância ao princípio impessoalidade e publicidade, devendo ser declarada a lesão à moralidade administrativa”.

De acordo com o parlamentar, o governado atenta contra a moralidade. “Conclui-se, pois, que o Requerido deverá ser condenado às perdas e danos decorrentes do uso da publicidade pessoal e partidária, realizada às expensas do erário público, bem como ter seus direitos políticos suspensos.

Segundo o deputado, outros secretários também têm aproveitado os eventos para fazer promoção pessoal.

“Deve-se destacar que inúmeros integrantes do governo do Estado, responsáveis por outras pastas, como o presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama), Armando do Valle, bem como o Diretor-Presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, também acompanham o primeiro requerido nas ações de entrega dos cartões pelo interior do Estado, sem que tenham qualquer relação o referido programa de assistência social”.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um + 16 =