Conecte-se conosco

Amazonas

Amazonas teve aumento de assassinatos em março, aponta Monitor da Violência

No primeiro trimestre de 2022, o Amazonas registrou uma queda de 3,4% no número de crimes violentos, com relação ao mesmo período de 2021, abaixo da média nacional, de 6%.

O número de assassinatos no Amazonas, em março deste ano, cresceu, em relação a fevereiro e vêm se mantendo praticamente no mesmo patamar desde janeiro, de acordo com números divulgados nesta quarta-feira (18/05) pelo Monitor da Violência, uma parceria do G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, que compila os dados mês a mês.


Os crimes violentos incluem os homicídios dolosos, incluindo os feminicídios; latrocínios (roubos seguidos de morte) e lesões corporais seguidas de morte.

No Amazonas, foram 105 casos em janeiro, 104 em fevereiro e 107 em março de 2022. Com relação aos homicídios dolosos, foram 99 em janeiro, 94 em fevereiro e 103 em março.

O Monitor da Violência informa que o Amazonas registrou 327 mortes violentas no primeiro trimestre de 2021, contra 316 no mesmo período de 2022, uma queda de 3,4%, ou 11 casos a menos. A redução ficou abaixo da média nacional, de 6%, no mesmo tipo de comparação.

Na comparação do primeiro trimestre de 2020, com o mesmo período de 2020, quando foram registrados 286 casos, há um crescimento de 14%.

Os dados do Monitor apontam que todas as regiões do país tiverem queda nos indicadores de mortes violentas intencionais no início deste ano.

A queda mais expressiva foi a da região Sudeste, com uma diminuição de mais de 10%.

O número de assassinatos no país continua em queda em 2022, segundo o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal.

Foram 10,2 mil assassinatos nos três primeiros meses deste ano, o que representa uma baixa de 6% em relação ao mesmo período do ano passado.

Homicídios aumentaram em Manaus após programa milionário lançado por  Wilson Lima, mostram dados da SSP

 

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 + treze =