Conecte-se conosco

Notícias

Polícia Federal leva um dos suspeitos a local de buscas por desaparecidos no Amazonas

Na terça-feira (14) a Polícia Federal prendeu Oseney da Costa Oliveira, 41 anos, por supostamente estar envolvido no caso.

Um dos suspeitos pelo de envolvimento no desaparecimento do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips, no Amazonas, foi levado no início da tarde desta quarta-feira (15) para o local das buscas pelos desaparecidos. A informação foi passada à CNN pelo secretario de Comunicação de Atalaia do Norte, Matheus Ravel.

Na terça-feira (14) a Polícia Federal prendeu Oseney da Costa Oliveira, 41 anos, por supostamente estar envolvido no caso. Ele é irmão de Amarildo da Costa de Oliveira, 41 anos, preso na quarta-feira (8) passada, também por suspeita de estar ligado ao desaparecimento da dupla. As equipes de investigação encontraram sangue e vestígios que seriam humanos em sua embarcação.

Na terça-feira, a PF informiu que cumpria dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em Atalaia do Norte, quando deteve Oseney. Também foram apreendidos alguns cartuchos de arma de fogo e um remo.

As investigações, acrescentou a Polícia Federal, “continuam sendo realizadas de forma técnica, sem que esforços materiais e humanos sejam poupados para a completa elucidação dos fatos”.

“Os órgãos federais e estaduais reforçam que não há nada mais importante do que a busca pelos senhores Bruno Pereira e Dom Phillips e reiteram a esperança de encontrá-los”, informou PF.

Buscas continuam

A Polícia Federal afirmou que o comitê de crise coordenado pela corporação continua com as buscas fluviais e aéreas na região do rio Itaquaí.

Ainda não há informações sobre o paradeiro da dupla, que desapareceu quando fazia um trajeto entre a comunidade Ribeirinha São Rafael até o município de Atalaia do Norte.

Na última segunda-feira (13), a PF encontrou uma mochila, roupas e outros itens pessoais na área das buscas. Horas depois, foi confirmado que os materiais pertencem a Pereira e Phillips.

No domingo (12), foi encontrada uma embarcação na região de buscas pelo jornalista e pelo indigenista. Na sexta-feira (10), equipes que integram a Operação Javari localizaram “material orgânico aparentemente humano” no rio Itaquaí, próximo ao porto de Atalaia do Norte.

O conteúdo foi encaminhado para análise pericial pelo Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal. Também serão analisadas amostras de sangue encontradas na embarcação de Amarildo apreendida na quinta-feira (9).

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

16 − dois =