Conecte-se conosco

Mundo

Reunião entre ministros da Rússia e Ucrânia termina sem decisão para um cessar-fogo

A saída de civis por corredores humanitários prossegue nesta quinta-feira (10).

Não houve progresso para um cessar-fogo. (Foto:Reprodução)

A reunião entre os principais diplomatas das duas nações envolvidas na guerra não teve avanço na questão de um cessar-fogo de 24 horas para ajuda aos civis. O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, encontrou o chanceler russo, Sergey Lavrov, no sul da Turquia nesta quinta-feira (10). Assista ao vivo acima a cobertura especial da CNN.

A guerra da Rússia contra a Ucrânia entrou na terceira semana. Os conflitos mais intensos seguem na cidade de Mariupol, onde os russos disserem que assumiram parte do controle. A saída de civis por corredores humanitários prossegue nesta quinta-feira (10), enquanto repercute um bombardeio a um hospital infantil e maternidade, que deixou três mortos.

Sobre a reunião, Kuleba disse em entrevista coletiva que a situação mais difícil estava na cidade de Mariupol e que Lavrov não se comprometeu com um corredor humanitário no local.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, condenou os ataques ao hospital em Mariupol. Os russos alegaram que as notícias sobre o bombardeio são falsas. “É assim que nascem as notícias falsas”, disse no Twitter Dmitry Polyanskiy, primeiro representante permanente adjunto da Rússia nas Nações Unidas.

As batalhas em Mariupol prosseguem. O Ministério da Defesa da Rússia, através da agência russa Tass, disse que assumiu parte do controle da cidade e que 2911 instalações militares ucranianas já foram destruídas desde o início da guerra. As perdas russas, no entanto, podem ter passado de 6 mil soldados.

A informação é do g1.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 − 4 =