Conecte-se conosco

Mundo

Reino Unido proíbe voos do Brasil por nova mutação do coronavírus descoberta no Amazonas

A nova cepa foi descoberta no Amazonas e foi identificada em 4 pessoas que estiveram em viagem no Brasil e chegaram a Tóquio, no Japão.

O Reino Unido decidiu restringir voos de alguns países da América do Sul, incluindo o Brasil, além de Portugal devido à descoberta no Brasil de uma nova cepa do coronavírus, que preocupa pelo seu possível impacto na resposta imunológica. A nova cepa foi descoberta no Amazonas e foi identificada em 4 pessoas que estiveram em viagem no Brasil e chegaram a Tóquio, no Japão.

Segundo o secretário de transportes britânico, Grant Shapps, a medida passa a valer a partir de amanhã. “Tomei a decisão urgente (…) após a evidência de uma nova variante no Brasil”, escreveu ele numa rede social.

Na última quarta-feira, o primeiro-ministro Boris Johnson disse que o Reino Unido adotaria medidas para impedir que a nova variante do coronavírus identificada no Brasil chegue ao território britânico.

“Estamos preocupados com a nova variante brasileira. E estamos tomando providências [para proteger o país]. Em relação à variante brasileira, acho que é justo dizer que ainda temos muitas dúvidas sobre essa variante”, disse o primeiro-ministro britânico a um comitê parlamentar.

No último domingo (10.jan.2021), o Ministério da Saúde informou que uma nova cepa variante do coronavírus foi identificada em 4 pessoas que estiveram em viagem no Brasil e chegaram a Tóquio, no Japão. Segundo a pasta, os passageiros desembarcaram na capital japonesa em 2 de janeiro, após uma temporada no Amazonas, desenvolveram sintomas leves e cumprem quarentena no aeroporto de Tóquio.

Veja quais são os países afetados:
1. Argentina
2. Brasil
3. Bolívia
4. Cabo Verde
5. Chile
6. Colômbia
7. Equador
8. Guiana Francesa
9. Guiana
10. Panamá
11. Paraguai
12. Peru
13. Suriname
14. Uruguai
15. Venezuela
16. Portugal

Ele justificou a suspensão de viagens entre Portugal e o Reino Unido “devido as suas fortes ligações com o Brasil” e explicou que a medida não se aplica a cidadãos britânicos e irlandeses, mas que os passageiros que retornarem desses locais devem se isolar por dez dias junto com suas famílias.

País mais castigado da Europa pela pandemia, com quase 85.000 mortes confirmadas por covid-19, o Reino Unido enfrenta uma onda incontrolável de contágios desde a descoberta em dezembro de uma nova cepa no sul da Inglaterra, aparentemente muito mais contagiosa.

O Reino Unido já suspendeu as viagens diretas procedentes da África do Sul, pela descoberta de outra variante do vírus nesse país.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Need Help? Chat with us