Conecte-se conosco

Manaus

Vereador diz que exigência de passaporte vacinal vai destruir crianças e adolescentes

Raiff Matos condenou a recomendação do Ministério Público que orientou os promotores a cobrar a obrigatoriedade da apresentação do cartão de vacinação no ato de matrícula, rematrícula e retorno ao ambiente escolar

‘É inaceitável qualquer tipo de ato tirano e antidemocrático que ameace a liberdade dos indivíduos’, disse Raif

O vereador Raiff Matos (DC), da bancada evangélica, disse nesta segunda-feira (07/02) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) que vai apresentar Projeto de Lei para barrar a obrigatoriedade do passaporte vacinal em Manaus. Ele destacou também que acionará o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra a recomendação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM) pela obrigatoriedade da apresentação do cartão de vacinação no ato de matrícula escolar.

“Eu apresento hoje um projeto de lei onde vai tirar a obrigatoriedade do passaporte de vacina dentro da cidade de Manaus, e peço a compreensão e acessível de todos vocês analisarem esse projeto em prol da liberdade, em prol das famílias manauaras, amazonenses e brasileiras. Não podemos permitir atitudes como essa venha permanecer em nossa cidade com a desculpa de uma recomendação do Ministério Público do Estado que fala sobre a obrigatoriedade das vacinas. A prefeitura pega essa recomendação, o secretário pega essa recomendação, e impõe como lei na nossa cidade”, anunciou o parlamentar.

Sem nenhum embasamento científico, o parlamentar evangélico Raiff Matos disse que a exigência do passaporte vacinal vai “criar efeitos psicológicos, e vai destruir as crianças, os adolescentes”, e ainda faz críticas ao secretário municipal de Educação, Pauderney Avelino. “Estou acionando o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) torne sem efeito essa recomendação do Ministério Público do Amazonas que vai causar segregação na nossa sociedade, vai criar bullying das crianças vacinadas e não vacinadas em Manaus, vai criar efeitos psicológicos, e vai destruir as crianças, os adolescentes”, disse o vereador.

“Me preocupa a fala do secretário de Educação Pauderney Avelino, aonde ele se posicionou e a leitura que eu tive não só minha, mas milhares e milhares de munícipes, questionando sobre como vai ficar a minha família. Na ponta está o pai de família que está vendo seu direito de liberdade sendo cerceado por um ato tirano, antidemocrático, antirrepublicano que não tem sido respeitado e isso não pode ficar assim”, defendeu Raiff Matos.

Na semana passada, os deputados bolsonaristas Péricles Nascimento (PSL) e Fausto Júnior (MDB), apresentaram na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), um projeto de lei também para derrubar a exigência do passaporte vacinal.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dez + 19 =