Conecte-se conosco

Manaus

Prefeitura de Manaus divulga calendário de vacinas para pessoas de 53 a 50 anos

Campanha passa a atender, a partir desta quarta-feira, 9/6, o público de 50 a 53 anos, por ordem decrescente de idade.

A vacinação para profissionais de saúde será realizada na Escola de Enfermagem, bairro Adrianópolis. (Foto:Prefeitura de Manaus)

A Prefeitura de Manaus anunciou o calendário dos próximos públicos a serem vacinados contra a Covid-19. Depois de inserir na campanha as pessoas de 54 a 59 anos, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), passa a atender, a partir desta quarta-feira, 9/6, o público de 50 a 53 anos, por ordem decrescente de idade. Considerando que essa população é maior que a faixa etária anterior, o escalonamento também será por nascimento.

Na quarta-feira serão vacinadas as pessoas de 53 anos, nascidas entre janeiro e junho; e na quinta-feira, 10, as da mesma idade, nascidas entre julho e dezembro. Na sexta-feira, 11, entram as de 52 anos, que nasceram entre os meses de janeiro a junho; e no sábado, 12, as de 52, que nasceram de julho a dezembro. Na segunda-feira, 14, serão atendidos os de 51 anos, nascidos entre janeiro e junho; e na terça-feira, 15, os de 51 anos, nascidos entre julho e dezembro. Já na quarta-feira da próxima semana, dia 16, serão vacinadas as pessoas de 50 anos, que nasceram entre os meses de janeiro e junho e, na quinta-feira, 17, as de 50 anos, nascidas entre os meses de julho e dezembro.

Newsletter – Receba os destaques do portal A Crítica todos os dias no seu e-mail.
Digite seu e-mail
VEJA O CALENDÁRIO

Calendário – População geral (50 a 53 anos)

Quarta-feira, 9 – 53 anos (nascidos nos meses de janeiro a junho)

Quinta-feira, 10 – 53 anos (julho a dezembro)

Sexta-feira, 11 – 52 anos (janeiro a junho)

Sábado, 12 – 52 anos (julho a dezembro)

Segunda, 14 – 51 anos (janeiro a junho)

Terça-feira, 15 – 51 anos (julho a dezembro)

Quarta-feira, 16 – 50 anos (janeiro a junho)

Quinta-feira, 17 – 50 anos (julho a dezembro)

Documentos obrigatórios

Identidade original, com foto

CPF

Comprovante de residência (original e cópia)

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, orienta a população de 50 a 53 anos, ainda não cadastrada, a fazer o cadastro no sistema Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/) para facilitar o atendimento nos pontos de vacinação. “O cadastro não é obrigatório, mas nos permite agendar o usuário para o local mais próximo e com uma distribuição adequada à capacidade de atendimento em cada local”, observa

A imunização vai ocorrer em seis pontos de vacinação já tradicionais, montados pela prefeitura: Centro Cultural dos Povos da Amazônia, Universidade Paulista (Unip), Clube do Trabalhador do Sesi/AM, Centro de Convenções de Manaus (sambódromo), supermercado Coema e balneário do Sesc/AM.

Para receber a vacina é necessário apresentar documento de identificação original, com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia) que demonstre que o usuário é morador de Manaus.

Devem ser vacinadas 48 mil pessoas entre 50 e 53 anos, de acordo com dados da Semsa baseados na população estimada pelo IBGE, excluídos os já vacinados em outras etapas da campanha. Destes, 24,9 mil são mulheres e 23 mil, homens.

Os que realizaram o cadastro no Imuniza, devem acessar a plataforma, na opção “Consultar 1ª Dose” para saber a data e o local em que irá receber a vacina. Os que não conseguirem se cadastrar até o dia correspondente à sua idade/gênero, podem se dirigir ao ponto de vacinação mais próximo, com os documentos obrigatórios.

Dois pontos de vacinação não estarão disponíveis para a população geral: o ponto do Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Norte, zona Norte, que é único e exclusivo para os remanescentes dos grupos de idosos, pessoas com deficiência permanente, com comorbidades, gestantes e puérperas, trabalhadores da educação, além dos pais de crianças com deficiência permanente; e o posto da Escola de Enfermagem de Manaus, em Adrianópolis, na zona Centro-Sul, que é único e exclusivo para remanescentes dos grupos de trabalhadores da saúde, além das forças de segurança e Forças Armadas.

Demais públicos

Além da população de 50 a 53 anos, a Semsa amplia, nesta quarta-feira, 9, a vacinação dos pais de PcDs menores de 18 anos que tenham entre 40 e 48 anos e que seguem sendo vacinados exclusivamente no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na zona Norte.

Já na próxima quinta-feira, 10, a secretaria dá início à vacinação dos trabalhadores de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, e dos trabalhadores da assistência social que atuam na linha de frente do atendimento social da Covid-19 e na Emergência das Enchentes e Transbordamentos dos Rios. Essas pessoas também serão vacinadas em seus locais de trabalho e de acordo com listas oficiais encaminhadas à Semsa.

A campanha segue aberta para os remanescentes de grupos prioritários anteriores, incluindo os trabalhadores de saúde, idosos de 60 anos e mais, ribeirinhos, Pessoas com Deficiência Permanente grave (PcDs), pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas, trabalhadores de educação, forças de segurança e salvamento e, ainda, dos trabalhadores do transporte aéreo, trabalhadores portuários e aquaviários, que continuam a ser vacinados em seus locais de trabalho, e as pessoas em situação de rua, que recebem a vacina em abrigos.

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80