Conecte-se conosco

Manaus

Prefeito reafirma que vai abrir mais 22 mil sepulturas verticais em dia com 83 enterros nos cemitérios públicos

A medida da Prefeitura de Manaus é para evitar um novo colapso do sistema funerário na capital; covas serão abertas no cemitério do Tarumã, na zona oeste.

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), reafirmou, nesta sexta-feira (8), que serão abertas mais 22 mil sepulturas verticais no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no bairro Tarumã, zona oeste da capital, para evitar um novo colapso do sistema funerário, como ocorrido no pico da pandemia da Covid-19 nos meses de abril e maio. As Secretarias Municipais de Infraestrutura (Seminf) e de Limpeza Pública (Semulsp) estão trabalhando na recuperação das 16 ruas do cemitério do Tarumão e realizando um trabalho de paisagismo.

A Prefeitura de Manaus informou que um total de 113 sepultamentos foram registrados nos cemitérios de Manaus, nesta sexta-feira. Desses, 83 foram nos espaços gerenciados pela Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), dos quais três deles optaram pelo serviço de cremação. Dois óbitos oriundos de outras cidades foram registrados. Já nos cemitérios particulares, 30 enterros foram realizados.

Entre as causas das mortes do total de sepultamentos nos cemitérios públicos da capital do Amazonas, 37 foram declaradas como Covid-19 e nos espaços privados foram 19 registros de óbitos pelo novo coronavírus. Um total de 56 enterros causados pelo novo coronavírus.

O município informa ainda que houve o registro de 15 óbitos em domicílio e que, do total de sepultamentos nos cemitérios públicos neste dia, 20 foram atendidos pelo serviço SOS Funeral, coordenado pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc).

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Need Help? Chat with us