Conecte-se conosco

Manaus

Pesquisa Action: minoria diz que relacionamento familiar piorou em Manaus com isolamento social

A maior parcela da população aderiu parcial (54,1%) ou totalmente ao confinamento. Só 18,5% cumpriram integralmente o isolamento, permanecendo todo o tempo em casa.

A convivência familiar melhorou ou se manteve na mesma situação em Manaus nos primeiros meses da pandemia de Covid-19. É o que diz Pesquisa da Action Pesquisa de Mercado sobre os efeitos do confinamento no relacionamento familiar em Manaus, realizada entre os dias 15 e 16 de maio, com 742 pessoas.

O nível de confiança é de 95% e a margem de erro de 3,6% para mais ou menos.

A pesquisa identificou que para 46,6% dos participantes, a convivência familiar melhorou, sendo 11,1% os que dizem ter melhorado muito. A maioria (48,8%) citou que ficou na mesma situação. O relacionamento familiar piorou para 8,6% do entrevistados.

A maior parcela da população aderiu parcial (54,1%) ou totalmente ao confinamento. Só 18,5% cumpriram integralmente o isolamento, permanecendo todo o tempo em casa e 51% restringiram a saída para atender apenas necessidades básicas e indispensáveis, como ir a supermercados e/ou farmácias.

Com a mudança da rotina e a intensificação da convivência familiar, novas atividades passaram a fazer parte do cotidiano de mais de 80% dos participantes. A maioria (22,2%) está ajudando mais intensivamente nas tarefas domésticas nesse período de confinamento, não somente naquelas tradicionais, como as de limpeza e arrumação, como também, noutras mais prazerosas, como jardinagem e culinária ocasional.

A pesquisa observou que muitos procuraram estar mais próximos da família (20,6%), realizando atividades em conjunto. Destaca-se também a leitura, o estudo e a oração que foram intensificadas nesse período de quarentena (10,4%).

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − 9 =

Need Help? Chat with us