Conecte-se conosco

Manaus

Manaus registra maior aumento nos preços dos imóveis residenciais em maio, mostra FipeZap

O FipeZap monitora a variação do preço médio de venda de imóveis residenciais em 50 cidades.

Caixa afirma não ter data para ajustes no crédito para imóveis. (Foto:Reprodução/Internet)

O preço de venda dos imóveis residenciais em 50 cidades monitoradas teve alta nominal (sem considerar a inflação) de 0,48% em maio, após avançar 0,30% em abril e 0,18%, em março. Os dados são da pesquisa FipeZap, divulgada nesta quinta-feira (3). O FipeZap monitora a variação do preço médio de venda de imóveis residenciais em 50 cidades.

No mês passado, 15 das 16 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap apresentaram elevação nominal no preço médio de venda de imóveis residenciais, as maiores altas nominais foram apuradas em Manaus (2,18%), Vitória (1,63%), Goiânia (+1,40%), Florianópolis (+1,38%), Curitiba (+1,09%), Maceió (+0,91%) e Salvador (+0,86%).

Se a expectativa de 0,48% de inflação para maio projetada pelo Boletim Focus do Banco Central (BC) se confirmar, o preço médio de venda encerrará o mês com uma queda real de 0,19%.
Entre janeiro e maio, os valores dos imóveis acumulam alta nominal de 1,59%. Já nos 12 meses encerrados em maio, o avanço é de 4,36%.

A única exceção entre as capitais acompanhadas pelo Índice FipeZap foi Campo Grande, onde foi registrada uma variação mensal negativa de 0,21%.

Metro quadrado

O levantamento também apurou que o preço do metro quadrado mais caro foi observado no Rio de Janeiro (RJ – R$ 9.530 o metro quadrado), seguida por São Paulo (SP – R$ 9.491) e Brasília (DF – R$ 8.214).

Os valores mais baixos estão em Campo Grande (MS – 4.368 o metro quadrado), Goiânia (GO – R$ 4.368) e João Pessoa (PB – R$ 4.678).

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80