Conecte-se conosco

Manaus

Deputado denuncia assaltos e violência em escola do Governo do Amazonas

O parlamentar ressaltou que o assunto é grave porque o Solon de Lucena é a escola que mais têm alunos na capital. Ao todo, a escola tem mais de 2,6 mil estudantes nos três turnos

Retorna das aulas na rede estadual acontece no dia 14 de fevereiro

O deputado Dermilson Chagas (sem partido) denunciou, nesta quarta-feira (15), que a Escola Estadual Solon de Lucena, localizada na avenida Constantino Nery, bairro São Geraldo, zona Centro-Sul de Manaus, vem sofrendo assaltos consecutivos, sem que as secretarias de Educação (Seduc) e de Segurança Pública (SSP-AM) tomem uma providência para resguardar a vida de alunos, professores e servidores administrativos da unidade escolar.

De acordo com Dermilson, a escola foi assaltada na segunda-feira (13/9) e mais uma vez na noite de ontem (terça-feira – 14/9). A ocorrência foi registrada no 22º Distrito Integrado de Polícia (DIP).
Na noite de terça-feira (14/9), algumas funcionárias conseguiram se esconder dentro do banheiro feminino e não foram vistas pelos criminosos. Após saírem do local, foram informadas pelos alunos e professores que os ladrões novamente levaram os pertences de quem estava nas salas de aula e que alguns alunos foram agredidos, quando estavam tentando fugir.

Segundo informações que o deputado Dermilson Chagas recebeu, os dois órgãos também nada fazem para resguardar o patrimônio da unidade escolar, que também está sendo vítima de vandalismo no fim de semana, pois os invasores chutam portas, derrubam cadeiras, mesas e armários, deixando tudo revirado e quebrado.

Dermilson Chagas explicou que recebeu a denúncia através de professores e alunos da escola, que foram assaltados e que sofreram ameaças de morte dentro do colégio. Eles relataram ao deputado que, além dos assaltantes roubarem seus pertences, como bolsas, carteira e, principalmente, celulares, os bandidos ainda promovem atos de vandalismo nas dependências da escola e agridem fisicamente os alunos e professores.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete − 9 =