Conecte-se conosco

Manaus

Deputado cobra transparência e pede relação nominal das ruas contempladas pelo programa Asfalta Manaus

Wilker Barreto disse que os investimentos são na ordem de R$ 310 milhões para recuperação, recapeamento e asfaltamento

O deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) informou hoje (25/05) que solicitou informações sobre o programa Asfalta Manaus 1 e 2, executado pela Prefeitura de Manaus em parceria com o Governo do Amazonas. Por meio de requerimento ao coordenador executivo da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), o parlamentar cobra a apresentação da relação nominal das ruas que foram e serão contempladas com os serviços de recapeamento, bem como o cronograma de execução das obras e os critérios adotados para a escolha das vias a serem trabalhadas.

Na tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas, Wilker afirmou que irá fiscalizar de perto o andamento do programa, firmado em novembro de 2021 através de convênios entre Governo e Prefeitura, e que envolve investimentos na ordem de R$ 310 milhões para recuperação, recapeamento e asfaltamento. Até o momento, o Estado já repassou, por intermédio da Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), R$ 150 milhões ao poder municipal, sendo R$ 143.716.145,73 milhões oriundos da Fonte 0100 (ordinário) e R$ 6.283.854,27 milhões derivados da Fonte 0160 (FTI – Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas).

“Quero dizer publicamente que vou fiscalizar esse convênio do Governo com a Prefeitura. Já contratei um engenheiro para minha equipe e vou com régua para as ruas. Um pacote de milhões, mas não se tira R$ 70 milhões para salvar 700 vidas no Francisca Mendes. Já estou oficializando que a UGPE e a Prefeitura informem ao Parlamento estadual quais as ruas que estão sendo asfaltadas”, alertou o deputado.Barreto repercutiu, ainda, a decisão da Câmara Municipal de Manaus (CMM) em rejeitar, no último dia 18 de maio, o requerimento que cobrava a relação nominal das ruas que serão contempladas no programa Asfalta Manaus. Durante votação, a matéria teve 29 votos contrários e apenas três a favor no parlamento municipal.

“Vi vereadores na CMM reclamando que a Prefeitura não informa quais são as ruas que estão sendo asfaltadas, eu quero deixar avisado ao governo e prefeitura que se o dinheiro fosse deles, eu não estava nem preocupado, mas estamos falando de orçamento, dinheiro do povo. Se não respeitam a Câmara, vão ter que respeitar a Assembleia Legislativa, eu irei fiscalizar as ruas desse pacote e dizer que os vereadores têm prerrogativas sim para cobrar o cronograma de execução das obras”, finalizou.

As informações são da assessoria.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 − sete =