Conecte-se conosco

Manaus

David Almeida diz que Auxílio Manauara começa em abril

Prefeito também declarou que nos próximos dias vai anunciar a redução no preço da tarifa de ônibus.

O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), afirmou que o programa “Auxílio Manauara”, que atenderá com o auxílio de R$ 200 cerca de 40 mil famílias de baixa renda e de trabalhadores informais na capital, deverá entrar em ação até o início de abril. A previsão do início do pagamento do benefício foi revelada com exclusividade por Almeida, nesta quinta-feira (7), no programa 18 Horas News, da Rádio Mix Manaus.⁣

“Eu acredito que até o final de março ou início de abril, nós já estejamos pagando (o benefício do Auxílio Manauara). Temos até o destaque orçamentário (para o programa) e estamos trabalhando para que essas famílias que serão contempladas possam receber já a partir do início de abril”, anunciou o prefeito, explicando que será nos moldes do programa Auxílio Emergencial, do governo federal, com depósitos das parcelas nas contas bancárias dos beneficiários.⁣

Ainda de acordo com David Almeida, o “Auxílio Manauara” é uma das promessas de campanha que serão cumpridas pela Prefeitura de Manaus nos 100 primeiros dias de gestão. Outra medida que o chefe do Poder Executivo municipal considera emergencial para a população da capital é garantir a vacina contra a Covid-19 para tentar controlar o surto de casos e óbitos causados pela doença em Manaus. Nas últimas semanas, a capital sofreu um colapso nas redes pública e privada de saúde e registrou um aumento dos sepultamentos nos cemitérios. ⁣

O prefeito de Manaus afirmou que está negociando com a farmacêutica britânica AstraZeneca, que produz a chamada vacina de Oxford, a compra entre 500 mil e 700 mil doses do imunizante para a cidade. Mas que aguardará o aval da Anvisa para adquirir com antecedência o lote da vacina com a assinatura do protocolo de intenção para compra.  ⁣

“O governo federal que detém a prioridade na compra e aquisição das vacinas para fazer a distribuição para os governos estaduais, que, posteriormente, farão a distribuição para as prefeituras, que são as que têm a expertise para a campanha de vacinação. E assim que essa vacina (da AstraZeneca) estiver em território nacional e autorização da Anvisa, aí sim pode ser comercializada e estamos em tratativas finais para ter prioridade na aquisição dessa vacina”, explicou Almeida.⁣

E para desafogar a rede pública estadual com as frequentes internações de pacientes com Covid-19, o prefeito voltou a afirmar que está negociando para reativar o hospital de campanha da Nilton Lins, que foi alugado pelo governo do Amazonas como unidade de retaguarda no pico da pandemia no ano passado. “Nos próximos dias devemos anunciar uma parceria (da Prefeitura de Manaus) com o hospital da Nilton Lins para ampliação e ofertas de leitos clínicos e de UTI”, disse.  ⁣

David Almeida também planeja ampliar a oferta de medicamentos em Manaus e a rede de atendimento na Atenção Básica à Saúde. “É inadmissível que uma cidade como Manaus seja a única capital do Brasil que não tem administração plena na Saúde. Para vocês terem uma ideia, Manaus é a cidade com menor índice de cobertura na Atenção Básica no nosso Estado”, afirmou. ⁣

Pandemia e Primeiros 100 Dias⁣

Há uma semana na Prefeitura de Manaus, David Almeida destacou no programa 18 Horas, da Rádio Mix, que a crise na saúde causada pelo agravamento da pandemia da Covid-19 no Amazonas tem sido o maior desafio no início de sua gestão. Ele voltou a afirmar que a superlotação nos hospitais públicos e particulares preocupa e que será necessária uma força em conjunto com os governos do Estado e federal para amenizar os efeitos da segunda onda da doença.    ⁣

“Assumimos (a Prefeitura) em meio a uma das maiores crises (na saúde). Manaus foi a primeira cidade do Brasil a entrar em colapso na primeira onda da Covid-19 e está sendo novamente a primeira a entrar nesta segunda onda e colapso na área da saúde”, declarou Almeida, que nesta quinta-feira (7) visitou uma Unidade Básica de Saúde (UBS), no bairro Morro da Liberdade, zona sul de Manaus, que registrava um movimento intenso de pacientes e profissionais de saúde. ⁣

E ainda dentro do planejamento dos 100 primeiros dias de gestão, o prefeito David Almeida irá anunciar nos próximos dias uma redução na tarifa do transporte coletivo e a chegada de novos ônibus para a frota em Manaus. ⁣

“Nós queremos dar início nosso programa, caso a pandemia diminua, com o “Fila Zero”, entregar ônibus novos, vias pavimentadas e iluminar áreas da cidade sem iluminação. São várias ações que temos para esses 100 primeiros dias e certamente faremos que muitas propostas da campanha se tornem realidade”, disse o prefeito.

Need Help? Chat with us