Conecte-se conosco

Economia

Um terço dos brasileiros que planeja comprar no Natal possui contas em atraso, diz pesquisa

Três em cada 10 consumidores que pretendem comprar presentes no Natal (26%) admitem gastar mais do que podem.

Cerca de 1 terço dos brasileiros que pretendem compras presentes neste Natal possui ccontas em atraso, aponta pesquisa divulgada nesta segunda-feira (16) pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Destes, 66% estão com restrição em seus CPFs.

Já 3 em cada 10 consumidores que pretendem comprar presentes no Natal (26%) admitem gastar mais do que podem. O percentual chega a 32% entre as mulheres e 28% nas classes C e D. “Esse número representa um aumento de 7 pontos percentuais em relação ao ano passado, que era de 19%”, informa a CNDL.

Além disso, 8% dos entrevistados afirmam que irão negligenciar compromissos financeiros assumidos anteriormente para realizar compras típicas deste período. A pesquisa ainda indica que 7% deixarão de pagar alguma conta para realizar a festa de Natal, enquanto 6% não quitarão contas para comemorar o Réveillon.

Os compromissos financeiros mais mencionados, no caso daqueles que deixarão de quitá-los, são: cartão de crédito (18%), internet (14%), conta de telefone (14%), conta de água ou luz (13%), e TV por assinatura (10%).

O levantamento aponta também que 15% dos entrevistados admitiram ter ficado com o nome sujo em razão das compras feitas no Natal do ano passado. Desse total, 9% continuam negativados e 7% conseguiram limpar o nome.

“O recomendável é não se deixar levar pelas emoções, e planejar as despesas de acordo com o orçamento, sempre priorizando a quitação de contas. Fazer uma lista prévia do que se deseja e pesquisar preços são as atitudes mais indicadas para não extrapolar as finanças”, orienta a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

A pesquisa ouviu 686 pessoas nas 27 capitais entre 07 e 12 de outubro. A margem de erro é de 3,7 e 4 pontos percentuais.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × um =