Conecte-se conosco

Economia

Saques da poupança superaram depósitos em R$ 50,5 bilhões, informa Banco Central

Saída líquida de recursos no primeiro semestre de 2022 representa a maior da série histórica, iniciada em 1995.

Os saques na caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 50,5 bilhões no primeiro semestre de 2022. As informações foram divulgadas pelo Banco Central (BC), nesta quinta-feira (7). Ainda de acordo com a autoridade monetária, os saques somaram R$ 1,808 trilhão nos seis primeiros meses do ano e os depósitos totalizaram R$ 1,758 trilhão. Com isso, a saída líquida de recursos no primeiro semestre de 2022 representa a maior da série histórica, iniciada em 1995.

O aumento da saída de recursos da poupança em 2022 coincide com a subida da inflação, que acumula alta de 11,73% nos últimos 12 meses, encerrados em maio, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

O BC tinha parado de divulgar os dados do resultado da poupança por conta da greve dos servidores. O último dado fechado para um mês era de março. Entretanto, com o fim da greve, anunciada nesta semana, a instituição retomou as divulgações.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

14 − 9 =