Conecte-se conosco

Economia

Presidente do Cieam destaca ação da Suframa pelo fortalecimento da Zona Franca

O agradecimento foi feito durante a realização da 240ª Reunião Ordinária do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), na última quarta-feira (29).

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) informou que o presidente do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), Wilson Périco, agradeceu à autarquia, representada pelo superintendente Alfredo Menezes, pelas ações postas em prática visando ao fortalecimento do modelo Zona Franca de Manaus (ZFM) e à busca pela manutenção dos diferenciais comparativos da região em prol da competitividade da indústria regional e dos índices de geração de empregos e investimentos produtivos no Brasil.

O agradecimento foi feito durante a realização da 240ª Reunião Ordinária do Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam), na última quarta-feira (29). Conforme informação no site da Suframa, Périco destacou que Menezes “conseguiu articular para trazer, em duas oportunidades, o presidente da República, Jair Bolsonaro, para discutir aqui no Estado assuntos importantes para a região, para o País”.

Para o presidente do Cieam, “isso reforça o protagonismo da Autarquia e o seu compromisso de defender a Zona Franca de Manaus e colocar a região em evidência. Este tipo de iniciativa demonstra o reconhecimento do atual governo federal para com a importância desta região. Vale recordar que, em outros momentos, muitas vezes nem o ministro que presidia o Conselho de Administração da Suframa (CAS) vinha à Manaus”.

Durante a reunião, o superintendente da Suframa abordou alguns resultados alcançados ao longo do primeiro ano de sua gestão frente à autarquia. Segundo ele, apesar dos desafios comuns ao cargo, muito do que foi proposto a ser realizado na Suframa ocorreu como esperado. “Você pegar uma estrutura como a da Suframa e fazer funcionar, abrir um canal de comunicação com o Ministério da Economia e restaurar a credibilidade institucional, que outrora havia alguma desconfiança, projetar a Zona Franca (de Manaus) para fora, ações de regularização fundiária… essa visão macro é importante, afinal o PIM é responsável por 82% do PIB do estado”, disse.

Menezes informou que pretende fazer uma reestruturação interna – cuja proposta está sendo desenvolvida – em conjunto com os servidores da Suframa, para otimizar o trabalho realizado e os serviços prestados à sociedade. “Queremos tecnologia. Que todos os sistemas que vocês estão acostumados a utilizar possam ‘voar baixo’. Isso vai melhorar a governança e minimizar eventuais tentativas de desvios”, comentou.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

nove − três =