Conecte-se conosco

Brasil

Polícia Federal faz operação contra imigração ilegal na fronteira de Roraima com a Guiana

A PF estima que o grupo teria ajudado centenas de imigrantes a cruzar a fronteira entre os dois países, por meio da cobrança de valores elevados, em dólar.

Mandados foram expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal em Roraima. (Foto:Divulgação/PF)

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta terça-feira (30) nove mandados de busca e apreensão em Roraima contra suspeitos de integrar organização criminosa especializada em promover migração ilegal no Brasil. Os mandados da Operação Open Border foram expedidos pela 4ª Vara Federal Criminal em Roraima.

Os agentes cumprem sete mandados em Boa Vista e dois em Bonfim, cidade fronteiriça que é ligada a Guiana através de uma ponte internacional.

A investigação começou depois da prisão em flagrante de duas pessoas que entravam no Brasil ilegalmente com 21 estrangeiros em uma van. A PF estima que o grupo teria ajudado centenas de imigrantes a cruzar a fronteira entre os dois países, por meio da cobrança de valores elevados, em dólar.

Ainda segundo a PF, o grupo atua de madrugada e conta também com a participação de barqueiros, que burlam a fiscalização fazendo a travessia pelo rio Tacutu, que separa as cidades de Bonfim e Lethem (na Guiana).

Além da travessia na fronteira, o grupo mantém uma estrutura que garante a viagem dos imigrantes até a cidade de Manaus. Hotéis e pousadas, usadas no esquema, hospedavam os viajantes sem exigir qualquer documentação.

As informações são da Agência Brasil.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 − 1 =