Conecte-se conosco

Brasil

PGR abre inquérito para apurar prevaricação do presidente no caso das vacinas Covaxin

Pedido foi encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF); ação é pelo suposto crime de prevaricação após denúncia feita pelos irmãos Miranda.

Procuradoria se manifestou pela abertura de investigação contra o presidente. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu nesta sexta-feira (2) a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o presidente Jair Bolsonaro por prevaricação após ter sido informado de possíveis irregularidades na compra da vacina Covaxin.

As denúncias destas supostas irregularidades foram feitas pelos irmãos Miranda durante depoimento na CPI da Pandemia.

O pedido, assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, ocorre após a ministra Rosa Weber, do STF, cobrar uma posição da PGR sobre a notícia-crime apresentada por três senadores ao STF pedindo a investigação de fatos apurados pela CPI.

A PGR havia pedido para aguardar a conclusão dos trabalhos da comissão, mas a ministra afirmou que a apuração não impede a atuação do MPF.

Com informações da CNN Brasil.

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80