Conecte-se conosco

Brasil

Pesquisa aponta que 76% dizem que “proteção da Amazônia deve ser uma prioridade para os candidatos a presidente”

Já 62% dos entrevistados afirmaram que a chance de votar em alguém aumentaria se esse candidato apresentasse um plano específico para a proteção da Floresta.

Documento alerta para a urgência de proteção da floresta amazônica. (Foto:Divulgação)

Pesquisa encomendada pelo Instituto Clima e Sociedade (iCS) apontou que a preservação da Floresta Amazônica é uma prioridade para os eleitores brasileiros. Segundo o levantamento, três em cada quatro entrevistados acreditam que a proteção da Amazônia deveria ser priorizada nos planos de governo dos presidenciáveis.

Questionados, 76% dos entrevistados concordaram com que “a proteção da Amazônia deve ser uma prioridade para os candidatos a presidente”, enquanto 18% discordaram e seis por cento não souberam responder.

Já 62% dos entrevistados afirmaram que a chance de votar em alguém aumentaria se esse candidato apresentasse um plano específico para a proteção da Floresta. 23% dos participantes afirmaram que isso não faria diferença na sua decisão de voto; 12% não souberam responder; e somente quatro por cento acreditam que isso diminuiria a chance de votar no candidato.

“A centralidade da pauta da Amazônia se inscreve no plano mais amplo das questões ambientais, cujas tragédias e desequilíbrios têm chegado cada vez mais perto das pessoas, pelos excessos de chuvas ou secas, dependendo da região, pelas enfermidades associadas a desequilíbrios ambientais, e pelos avanços sobre áreas de proteção e de populações tradicionais por parte de empreendimentos madeireiros, agropecuários ou de mineração”, afirma Arleth Borges, cientista política da Universidade Federal do Maranhão, e coordenadora do Laboratório de Estudos Geopolíticos da Amazônia Legal no Maranhão.

A pesquisa também avaliou a percepção dos entrevistados sobre a atuação do governo federal na proteção da Floresta Amazônica. Quase metade dos entrevistados (48%) consideram a ação do governo Jair Bolsonaro (PL) ruim ou péssima. 22% consideram regular; 19% acreditam que o trabalho é ótimo ou bom; e 11% não souberam responder.

Os entrevistados também foram perguntados se acreditam que “preservar a Amazônia é importante para o desenvolvimento econômico do Brasil”. 70% dos participantes concordaram com a afirmação; 18% discordaram; e 12% não souberam responder.

A pesquisa foi realizada pelo instituto PoderData entre os dias 3 e 5 de junho. Foram realizadas três mil entrevistas com brasileiros acima de 16 anos em 243 municípios, nas 27 unidades da federação. A margem de erro é de dois pontos percentuais e o intervalo de confiança é de 95%.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

16 + 9 =