Conecte-se conosco

Brasil

Covid: 4 milhões de brasileiros não retornam aos postos e estão com 2ª dose da vacina atrasada

Números desta quinta-feira (22/7) são baseados em informações de estados, municípios e do DF.

Ausência de público foi divulgada pelo MInistério da Saúde. (Foto:Rafaela Feliciano/Metrópoles)

Aproximadamente 4 milhões de pessoas não retornaram aos postos para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Os números são desta quinta-feira (22/7), divulgados pelo Ministério da Saúde com base em informações dos estados, municípios e do Distrito Federal. As informações são do site Metropoles.

O assunto tem sido comentado pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, desde o início do mês. No dia 7 de julho, o quantitativo de brasileiros com o reforço atrasado era de 3,4 milhões. De acordo com o titular da pasta, o problema não se deve à falta de imunizantes. Em nota, o órgão ressaltou a importância de completar o esquema vacinal “para que o caráter pandêmico da doença seja superado”.

“Com isso, a pasta continua com sua campanha massiva de incentivo à imunização nacional e recomenda aos estados e municípios que também façam uma busca ativa da população-alvo. De acordo com dados informados pelos estados, municípios e Distrito Federal, cerca de 4 milhões de pessoas ainda não tomaram a segunda dose da vacina Covid-19”, assinalou o órgão.

Em abril deste ano, o Ministério da Saúde divulgou o primeiro balanço de brasileiros com a segunda dose atrasada: o número era de 1,5 milhão de pessoas. Na época, a pasta atribuiu o déficit à falta de imunizantes — principalmente da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

No início deste mês, Queiroga afirmou, em coletiva de imprensa, que o problema não é mais relacionado à escassez de vacinas. “Há pouco tempo, a segunda dose atrasada se devia à falta do imunizante. Quando o imunizante falta, o Plano Nacional de Operacionalização já diz que a vacina será aplicada assim que chegar. Hoje, não há questão de dose de vacina, porque temos as D2 (dose dois) que estão guardadas”, explicou.

No dia 7 de julho, o ministério lançou peças com os personagens da Família Gotinha para divulgação em veículos de comunicação, com objetivo de incentivar a procura pelos postos de saúde. Os vídeos foram veiculados até a quarta-feira (21/7).

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80