Conecte-se conosco

Amazonas

Últimas publicações de diárias para Wilson Lima foram feitas em 2021, aponta Portal da Transparência

O governador recebeu R$ 243.918,63 com diárias de 34 viagens, em 2019, ou 5 vezes mais que seu antecessor, no ano anterior.

Desde abril de 2021, o Portal da Transparência do Governo do Amazonas não publica pagamento de diárias de viagens do governador Wilson Lima (UB). As últimas publicações são do ano passado, sendo de uma viagem a Fortaleza (CE), de 3 a 4 de dezembro de 2020, no valor de 4.542,66, e outra referente a uma viagem a Madri (Espanha), para participar do evento da COP25, “Implementação de estratégias florestais e climáticas subnacionais”, no período de 7 a 11 de dezembro de 2019, no valor total de R$ 22.713,30.


O governador recebeu R$ 243.918,63 com diárias de 34 viagens, em 2019, ou 5 vezes mais que seu antecessor, Amazonino Mendes, que recebeu R$ 48.548,63, em 2018.

A gestão de Wilson Lima (PSC), em seu primeiro ano, pagou R$ 2.343.010,28 mais que a gestão de seu antecessor com diárias de viagens. De acordo com o Portal da Transparência do Estado, em 2018 foram gastos R$ 27.543.739,14, contra R$ 29.886.749,42 em 2019.

Um dos pagamentos em 2019, de R$ 45.426,60, foi pela viagem que fez a Roma, na Itália, para participar da 1ª Cúpula de Governadores da Pan-Amazônia e da missa de encerramento da Assembleia Especial do Sínodo para a Pan-Amazônia, de acordo com informações do Portal da Transparência do Estado.

Em 2020, o governador recebeu R$ 49.969,25 por sete viagens, incluindo uma do ano anterior. Em 2021, foram R$ 27.255,96. Neste ano de 2022 não há registro de pagamentos das diárias de viagens a Wilson Lima, mesmo com o governador viajando várias vezes a Brasília, por exemplo.

O 18horas tentou, sem sucesso, ouvir o governo do Amazonas, via Secretaria de Comunicação. O governo do Amazonas já se manifestou anteriormente sobre as viagens do governador. Disse que não há nenhuma irregularidade em relação às diárias recebidas, cujos valores são estabelecidos em Decreto de 1992 e que a maioria das viagens foi para Brasília (DF), para tratar de assuntos de interesse do Amazonas, com encontros que incluíram reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, e com ministros de Estado.

Juiz autoriza governo do AM a fechar contrato de jato executivo; Wilson Lima prometeu rever o contrato para jatinho

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

treze − 9 =