Conecte-se conosco

Amazonas

Trabalhadores realizam ato no Distrito; sindicalista diz que Wilson Lima não tem interesse em resolver problema

Manifestação se deu contra o decreto que reduz o IPI e prejudica diretamente a Zona Franca de Manaus

Lideranças sindicais e trabalhadores do Polo Industrial de Manaus (PIM) realizaram durante esta sexta-feira (08/04) um ato público contra o decreto presidencial que prejudica a Zona Franca de Manaus. Um dos alvos do protesto foi o governador Wilson Lima (UB), que segundo o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (SindMetal), Valdemir Santana, já era para ter entrado com medida judicial no Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar o dispositivo.

“Ele foi eleito para representar os interesses do povo amazonense. Eu estou vendo aí que ele não está com interesse nenhum de resolver o problema. Ele poderia muito bem entrar com a ação, ele é governador do estado, em defesa do estado do Amazonas. Vamos mandar esse manifesto a ele, em nome das centrais sindicais do estado do Amazonas, para ele tomar uma posição”, disse Valdemir Santana.

O presidente do Sindicato dos Metalurgicos informou que os trabalhadores participaram tanto pela manhã quanto pela tarde da panfletagem contra o decreto que tira a competitividade da Zona Franca de Manaus. “É um manifesto para a sociedade ver quem está prejudicando o nosso estado”, frisou.

Valdemir Santana, um dos organizadores das manifestações, convocou os trabalhadores de vários setores do PIM para ampliar as manifestações de protesto, que tem como foco a reedição do decreto que determinou a redução em 25% o Imposto sobre produtos Industrializados (IPI). O decreto ameaça a sobrevivência do polo industrial.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dois × dois =