Conecte-se conosco

Amazonas

Terceiro suspeito pelos assassinatos de Bruno e Dom se entrega e é preso no Amazonas

Segundo a Polícia Federal, o suspeito Jefferson Lima da Silva, vulgo “Pelado da Dinha”, encontrava-se foragido e se entregou na manhã deste sábado (18).

O Comitê de crise, coordenado pela Polícia Federal do Amazonas, informou que prendeu neste sábado (18) um terceiro suspeito de participação da morte do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips.

Trata-se de Jefferson Lima da Silva, vulgo “Pelado da Dinha”, que se encontrava foragido. Ele se entregou na Delegacia de Polícia de Atalaia do Norte nesta manhã, confirmou a PF à CNN.

Segundo a PF, pelo menos cinco suspeitos são investigados. Amarildo Oliveira da Costa, conhecido como Pelado, confessou ter participado do assassinato da dupla. Ele e seu irmão, Oseney da Costa de Oliveira, estão presos.

A prisão de Jefferson Lima da Silva fazia parte da Operação Javari, conforme destacou o comitê de crise. O preso será interrogado e encaminhado para a audiência de custódia, informou a PF do Amazonas, em nota.

Dois homens já estavam detidos pela morte de Bruno: Amarildo Oliveira, conhecido como Pelado, e o irmão dele, Oseney Oliveira, o Dos Santos.

Pelado prestou depoimento na terça (14) e confessou ter participado da morte do indigenista e do jornalista, de acordo com a polícia. No diante seguinte, ele levou os investigadores ao local do crime.

Nesta sexta-feira, a perícia da PF concluiu que um deles é de Dom — os policiais federais aguardam análise do material genético restante para confirmar se o outro corpo é o de Bruno.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três + 16 =