Conecte-se conosco

Amazonas

Salários de trabalhadores do Polo Industrial de Manaus perdem poder de compra

Média salarial no PIM, este ano, é de R$ 2.879,12. Média em 2017 foi de R$ 2.601,29 em 2017, valor que, se corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC/IBGE), deveria ser, hoje, de R$ 3.223,20.

Em novembro de 2020, o PIM registrou 100.512 trabalhadores. (Foto: Divulgação Suframa/Salcomp)

Os Indicadores de Desempenho do Polo Industrial de Manaus (PIM), divulgados pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) mostram que o setor está empregando mais trabalhadores, mas pagando salários com menor poder aquisitivo, relativamente a anos anteriores.

De acordo com os Indicadores de setembro, o último divulgado, 60% dos trabalhadores do PIM ganham até 2 salários mínimos mensais, cerca de R$ 2,2 mil.

Até setembro, a média salarial era de R$ 2.879,12, contra média R$ 2.601,29 em 2017, valor que, se corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de acordo com a calculadora do Banco Central, deveria ser, hoje, de R$ 3.223,20.

Em dólar, segundo os indicadores, a perda de valor do salário médio no PIM foi bem maior. A média, em 2021, de US$ 541,68, é 66,5% da média de 2017, de US$ 814,54.
A participação dos custos com salários, encargos e benefícios sociais no faturamento do PIM caiu de 6,7% (em dólar e em real) em 2016 para 4,1% em 2021.

De acordo com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) na Região Norte, 66% dos reajustes salariais em outubro foram com índices abaixo do INPC, que teve aumento médio de 1,16% em outubro e acumula alta de 11,08% em 12 meses, percentual que equivale ao reajuste necessário para a recomposição salarial das negociações com data-base em novembro.

A Suframa informou que o PIM faturou R$ 116,59 bilhões no período de janeiro a setembro de 2021, o que equivale a um crescimento de 42,27% em relação ao mesmo intervalo do ano passado (R$ 81,95 bilhões). Com isso a estimativa de faturamento até dezembro se mantém entre R$ 140 e 145 bilhões, impulsionado pelo crescimento do segmento de bens de informática, que representa 27,37% de todo o faturamento do PIM.

Em setembro, segundo a Suframa, o PIM registrou 102.555 trabalhadores, entre efetivos, temporários e terceirizados, o que indica aumento de 4,57% em relação ao total registrado em setembro do ano passado (98.073 trabalhadores). Com os resultados apurados até setembro, a média mensal de empregos diretos do PIM em 2021 ficou estabelecida em 102.794 trabalhadores – alta de 11,70% em relação à média mensal de igual período de 2020 (92.023 trabalhadores).

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80