Conecte-se conosco

Amazonas

Rodado em Manaus, filme ‘A Febre’ estreia na Netflix

O filme recebeu 29 prêmios até o momento e foi selecionado para ser exibido em mais de 60 festivais ao redor do mundo

“A Febre” traz a história de Justino, um indígena Dessana de 45 anos

Estreou na última quarta-feira (03/02), ma Netflix, o longa “A Febre”, que foi rodado na capital amazonense e foi dirigido por Maya Da-Rin. A produção recebeu 29 prêmios até o momento e foi selecionado para ser exibido em mais de 60 festivais ao redor do mundo. As informações são do Cine Set.

“A Febre” traz a história de Justino, um indígena Dessana, de 45 anos, vigilante do porto de cargas de Manaus. Enquanto sua filha se prepara para estudar medicina em Brasília, ele é tomado por uma febre misteriosa que o leva de volta a sua aldeia, de onde partiu vinte anos atrás. Regis Myrupu, Rosa Peixoto, Johnatan Sodré, Kaisaro Jussara Brito, Edmildo Vaz Pimentel, Anunciata Teles Soares, Suzy Lopes e Lourinelson Wladmir integram o elenco.

Na sua estreia mundial, no Festival de Locarno, na Suíça, “A Febre” levou três prêmios para casa: o Leopardo de Ouro de Melhor Ator, para Regis Myrupu, o prêmio da crítica internacional FIPRESCI e o prêmio “Environment is Quality of Life”. A Febre foi eleito ainda Melhor Filme em festivais na França, China, Argentina, Portugal, EUA, Uruguai, Chile, Peru, Alemanha e Espanha. No Brasil, o filme conquistou cinco candangos no 52º Festival de Brasília – Melhor Longa-Metragem, Melhor Direção, Melhor Ator para Regis Myrupu, Melhor Som e Melhor Fotografia – além dos prêmios de Melhor Direção e Prêmio Especial do Júri no Festival do Rio e Melhor Filme e Melhor Som no Janela Internacional de Cinema do Recife.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

onze + nove =