Conecte-se conosco

Amazonas

Profissionais da saúde estão há quatro meses sem salários no Hospital Francisca Mendes, diz sindicalista

Além da falta de pagamento, profissionais da saúde não têm direito à alimentação

– Foto: Rodrigo Santos

Profissionais de enfermagem terceirizados pelo Governo do Amazonas e que atuam no Hospital Francisca Mendes, zona norte de Manaus, estão com quatro meses de salários atrasados. Os trabalhadores são contratados pela empresa Manaós Serviços de Saúde LTDA. A informação é da presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Santas Casas, Entidades Filantrópicas e Religiosas e Estabelecimentos de Saúde do Estado do Amazonas (Sindpriv-AM), Carmen Costa.

Segundo a dirigente sindical, há quatro meses os trabalhadores lotados no Francisca Mendes são submetidos a encarar a rotina de trabalho sem pagamento salarial e sem direito à alimentação. “A Manaós não está pagando salário e consequentemente eles não estão recebendo esse valor em dinheiro (alimentação). Os enfermeiros foram proibidos de se alimentarem no refeitório do hospital. Se alimentam porque as colegas da casa, os concursados, dividem comida com elas”, explicou.

Carmen informou que a empresa Manaós justificou aos trabalhadores em saúde que vão pagar os salários, mas que a empresa não quita os salários dos profissionais. “Só dizem que a nota está apta para pagamento, falam que vão pagar, mas essa situação se arrasta há quatro meses”, disse.

Além dos trabalhadores da Manaós, enfermeiros contratados pela Segeam (Sustentabilidade, Empreendedorismo e Gestão em Saúde do Amazonas) para atuarem em hospitais de urgência e emergência na rede estadual também estão com os salários atrasados. Um enfermeiro, que preferiu não se identificar, relatou que os colegas de profissão estão com 25 dias de salários atrasados.

Carmen Costa confirmou a denúncia de atraso de pagamento e relatou que os salários dos funcionários terceirizados estão atrasados por falta de liberação de pagamento na Secretaria de Fazenda (Sefaz). “A Segeam é uma empresa que repete esse atraso de salário. A repsosta da SES é que está em andamento o processo, a empresa também fala a mesma coisa. Falam que a nota está apta, mas essa nota nunca sai”, disse.

Em nota, a Associação Segeam informou que a expectativa é que os pagamentos relativos a junho/2022 sejam regularizados já nos próximos dias, evitando prejuízos aos colaboradores vinculados à instituição. Esclarece, ainda, que todos os demais meses foram pagos, rigorosamente, após a transferência de recursos à Segeam. “A Associação lamenta qualquer transtorno e reforça seu compromisso com profissionais e com uma saúde pública de qualidade e se coloca à disposição para qualquer esclarecimento que se faça necessário”.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Secretaria de Fazenda informou que o pagamento da empresa Manaós está apto no sistema da Sefaz há cinco dias e será pago nesta terça-feira (26) conforme programação. Já em relação ao pagamento da Segeam, a Sefaz informou que o pagamento está programado para a próxima quinta-feira (28).
A reportagem tentou contato com a empresa Manaós pelo telefone 3622-xxxx, mas não obteve sucesso.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezesseis − 3 =