Conecte-se conosco

Amazonas

Manaus teve maior queda no preço médio dos imóveis residenciais em abril, aponta índice Fipe Zap

O Índice FipeZap monitora 50 cidades, sendo que 43 delas registraram aumento nominal no preço de venda de imóveis residenciais.

Expectativa é que o feirão do imóvel movimente R$ 10 bilhões em negócios. (Foto:Reprodução/Internet)

O preço de venda dos imóveis residenciais registrou um aumento de 0,48% no País, em abril, segundo o Índice FipeZap. Em abril, 13 das 16 capitais monitoradas pelo Índice FipeZap tiveram alta no preço médio de venda dos imóveis. As principais foram Goiânia(+1,51%), João Pessoa (+1,48%), Vitória (+1,37%), Curitiba (+1,29%) e Recife (+1,25%). As que registraram queda, por sua vez, foram Manaus (-1,33%), Brasília (-0,84%) e Maceió (-0,09%).

O Índice FipeZap monitora 50 cidades, sendo que 43 delas registraram aumento nominal no preço de venda de imóveis residenciais. Na média nacional, a variação mensal do índice ficou abaixo da inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) esperada para abril, de 0,95%, segundo expectativa projetada no último Boletim Focus do Banco Central. Portanto, em termos reais (descontada a inflação),houve uma queda de 0,47 ponto percentual no preço médio de venda dos imóveis.

No ano, de janeiro até abril, o índice acumula alta de 2,07%, ante variação de 4,18% esperada para a inflação medida pelo IPCA no mesmo intervalo temporal. Todas as capitais brasileiras acompanhadas pelo indicador apresentam avanço em 2022, com destaque para os resultados observados em Goiânia (+8,56%), Vitória (+7,46%), Campo Grande (+6,15%) e João Pessoa (+4,29%).

Nos últimos 12 meses, o Índice FipeZap registra um avanço nominal de 6,29%, variação bem inferior à inflação acumulada pelo IPCA, de 12,01%, no mesmo horizonte temporal. Entre as 50 cidades monitoradas, Vitória tem a maior alta (+24,09%), seguida por Goiânia (+20,91%), Florianópolis (+15,64%) e Maceió (+15,50%).

Com base na amostra de imóveis residenciais anunciados em abril, o preço médio de venda foi de R$ 8.017 por metro quadrado (m²) entre as 50 cidades monitoradas pelo índice. Entre as capitais acompanhadas, a cidade de São Paulo apresentou o valor médio por metro quadrado mais elevado no último mês (R$ 9.882/m²), seguida pelo Rio de Janeiro (R$ 9.729/m²) e Vitória (R$ 9.140/m²).

Na outra ponta, as capitais que apresentaram menor valor médio de venda residencial por metro quadrado em abril foram: Campo Grande (R$ 4.870/m²), João Pessoa (R$ 5.136/m²) e Salvador (R$ 5.478/m²).

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

doze + vinte =