Conecte-se conosco

Amazonas

Manaus: Polo Industrial registra queda de salários, encargos sociais e empregos no 1º semestre de 2019

Indicadores da Suframa mostram que, tanto em dólares quanto em reais, houve queda na relação de salários, encargos e benefícios sociais pela mão de obra ocupada nos primeiros seis meses de 2019, com relação a 2018.

A média dos salários, encargos e benefícios sociais pela mão-de-obra ocupada e do número de empregos no Polo Industrial de Manaus (PIM) no primeiro semestre deste ano caiu com relação à média do ano passado, na contramão do faturamento do setor, que cresceu 10,7% de janeiro a junho, de acordo com os indicadores publicado pela Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Os números dos indicadores mostram que, tanto em dólares quanto em reais, houve queda na relação de salários, encargos e benefícios sociais pela mão de obra ocupada nos primeiros seis meses de 2019, com relação à média de 2018. A relação em 2018 foi de US$ 1.763,09 e R$ 6.489,07 reais. De janeiro a junho de 2019, ficou em US$ 1.491,98 e R$ 5.733,69.

Os salários médios também caíram, de acordo com os indicadores da Suframa: de US$ 741,52 e R$ 2.708,74 em 2018, para US$ 720,58 e R$ 2.768,45 em 2019. A média de empregos caiu de 87.364 para 85.828, no mesmo tipo de comparação.

Os números não consideram a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que fechou o ano de 2018 em 3,75%.

Faturamento

O PIM fechou o primeiro semestre de 2019 com faturamento de R$ 48,48 bilhões. Em dólar, o faturamento nos seis primeiros meses do ano totalizou US$ 12,61 bilhões, segundo a Suframa.

Para o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, os indicadores do primeiro semestre de 2019 indicam que o PIM está em uma trajetória ascendente e apresenta perspectivas otimistas para o seu desempenho no segundo semestre. “Tradicionalmente, há um aquecimento maior na produção e nas vendas do PIM a partir do mês de julho, e isso nos leva a crer que os resultados até dezembro serão históricos e repercutirão positivamente, em especial, na geração de emprego e renda não apenas em nível local, mas em todo o País”, afirmou Menezes.

Veja os indicadores da Suframa.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 + quinze =