Conecte-se conosco

Amazonas

Manaus: administração municipal bate recorde com mais de R$ 500 milhões em propaganda

Este ano, a Secom publicou aditivos de mais de R$ 18,22 milhões nos três contratos de R$ 20,25 milhões cada com as empresas Mene e Portella Publicidade Ltda., Antônio Fernandes Barros lima Junior – EPP e Tape Publicidade Ltda.

Pela primeira vez na história de Manaus, uma administração municipal ultrapassa a casa do meio bilhão de reais em gastos com propaganda e publicidade. A administração do prefeito Arthur Neto (PSDB), eleito em 2012 e reeleito em 2016, alcançou, no meio deste ano de 2019, R$ 501,7 milhões em pagamentos da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), para sites, veículos de comunicação (rádios, jornais e televisões), além de produtoras de vídeo e empresas de pesquisa.

De acordo com os números no Portal da Transparência da Prefeitura, foram pagos, via Semcom, R$ 43,8 milhões em 2013, no primeiro ano da administração de Arthur Neto, R$ 74,3 milhões em 2014, R$ 84,2 milhões em 2015, R$ 58,5 milhões em 2016, R$ 88 milhões em 2017, R$ 95,2 milhões em 2018 e, até agora, R$ 57,4 milhões em 2019. A .previsão é que os pagamentos ultrapassem os R$ 100 milhões em 2019.

No começo deste mês, no mesmo dia em que o prefeito Arthur Neto (PSDB) anunciou medidas de “economia” na máquina burocrática da Prefeitura, inclusive nos gastos com propaganda, a Secom publicou aditivos de mais de R$ 18,22 milhões nos três contratos de R$ 20,25 milhões, cada um, que mantém desde 2015 com as empresas Mene e Portella Publicidade Ltda., Antônio Fernandes Barros lima Junior – EPP e Tape Publicidade Ltda, agora com validade por mais um ano.

Os aditivos aos contratos foram publicado no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 1 de julho, segunda-feira. O Quarto Termo Aditivo ao Contrato nº 001/2015 de Prestação de Serviços de Publicidade dos tipos Institucional e Utilidade Pública, celebrado em 28.06.2019, com a Mene e Portella, prorrogação do prazo de vigência por 12: o valor está “inicialmente” estimado em R$ 6.075.000,00, correspondente a 30% do montante de R$ 20.250.000,00 assegurados. O Quarto Termo Aditivo ao Contrato nº 002/2015, com a Antônio Fernandes Barros Lima Junior, e o o Terceiro Termo Aditivo ao Contrato nº 003/2015 , com a Tape Publicidade também têm prazo de 12 meses, com valor, cada um, “inicialmente” estimado em R$ 6.075.000,00, correspondente a 30% do montante de R$ 20.250.000,00 assegurados.

Os maiores gastos da história do Amazonas com propaganda, inclusive ultrapassando todos os gastos do governo estadual, não melhoraram a imagem da administação de Arthur Neto. Pesquisa do Instituto Pontual, realizada em fevereiro deste ano, com 905 pessoas, mostra que a administração dele foi reprovada por 53,6% dos entrevistados, e só 10,3% responderam que gestão está boa. Em uma escala de 0 a 10, Arthur Neto obteve uma média de 4,4 dada pelos entrevistados. Na última pesquisa da DMP, realizada no período de 9 a 13 de Julho de 2019, sobre a intenção de voto para prefeito (espontânea), Arthur foi citado por 0,3% dos entrevistados.

 

 

 

 

Veja os valores no Portal da Transparência:

 

 

 

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − 10 =