Conecte-se conosco

Amazonas

Instituto diz que governo do Amazonas não pagou todas as dívidas com empresas de enfermagem

O governo informou, em notícia divulgada pela Secretaria de Comunicação (Secom), que para o Ieti foram liberados pagamentos referentes só às competências de dezembro de 2019 e janeiro de 2020.

A presidente do Instituto de Enfermagem Intensivista do Amazonas (Ieti), Suzany Teixeira da Silva, postou vídeo nas redes sociais em que nega a informação do governo do Amazonas de que pagou todas as dívidas de todas empresas de enfermagem. O profissionais do Ieti atendem em 42 unidades de saúde do Amazonas, com 4 mil plantões por mês e, segundo ela, tem processos para receber desde 2017 e o último pagamento foi apenas do mês de dezembro de 2019.

Suzany informou que com a mudança na cúpula da Secretaria de Saúde (Susam) conseguiram negociar débitos de janeiro e fevereiro deste ano ainda não pagos. “O governador (Wilson Lima) foi para a mídia dizer que pagou todas as empresas de enfermagem. Não pagou ao Ieti, disse, lembrando que os profissionais do Instituto tratam de pacientes de Covid-19 que foram levados a todas as unidades onde presta serviço. Ela informou, ainda, que existe uma tratativa com a Susam, que prometeu pagar janeiro e fevereiro e os outros meses e outros anos ainda vão ser negociados.

No início do mês, o governo informou que empresas médicas e de enfermagem que prestam serviço ao Estado receberam, em abril, R$ 68,6 milhões, referentes a competências de 2020 e 2019. E o governador Wilson Lima disse que determinou o pagamento de R$ 15,9 milhões referentes à dívida da gestão anterior. Segundo o governo, 35 empresas receberam em abril os valores de competências diversas. E seis empresas de enfermagem receberam, em abril, R$ 14 milhões.

Segundo o próprio governo informou, em notícia divulgada pela Secretaria de Comunicação (Secom), para o Ieti foram liberados pagamentos referentes às competências de dezembro de 2019 e janeiro de 2020 e seus os representantes iriam ser recebidos para tratar das pendências que ainda estão abertas.

Governo do AM admite atrasos e diz que mandou pagar parte da dívida milionária a empresas médicas e de enfermagem

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 5 =

Need Help? Chat with us