Conecte-se conosco

Amazonas

Governo do AM desrespeita pessoas deficientes e leva 4 mil convidados para Arena, diz deputado

“O governador faz o populismo dele e esqueceu das pessoas que também têm direito de assistir, no caso as pessoas com deficiência (PCDs). Isso é lamentável”, disse Dermilson Chagas.

O deputado estadual Dermilson Chagas (Podemos) disse, nesta quarta-feira, na Assembleia legislativa, que o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), vai levar 4 mil convidados, entre autoridades e jornalistas, ao mesmo tempo em que só distribuiu 3 mil ingressos gratuitos para a população e desrespeitou o direito das Pessoas com Deficiência (PCDs) de terem acesso gratuito ao jogo Brasil x Uruguai, que será realizado nesta quinta-feira (14), na Arena da Amazônia.

“O governador faz o populismo dele e esqueceu das pessoas que também têm direito de assistir, no caso as pessoas com deficiência (PCDs). Isso é lamentável”, disse o deputado, mostrando a Lei Promulgada nº 241, de 31 de março de 2015, do então deputado Chico Preto, que dá direito a elas ao acesso gratuito em eventos esportivos.

“O governador do Estado tem, dentro do seu arcabouço jurídico, uma Lei que foi aprovada por esta Casa e promulgada, que fala sobre a gratuidade de eventos, inclusive de esportes, e também sobre o desconto de 50% para os acompanhantes”, disse o deputado.

Segundo ele, o próprio governo divulgou, por meio da sua comunicação, no dia 22 de setembro, que o evento teria 4 mil convidados, além do público pagante, que seria de 8 mil pessoas. “Portanto, inicialmente, seria um público de 12 mil pessoas. Já no dia 5 de outubro, foi lançado o sorteio da Vacina Premiada, e o número subiu para 14 mil pessoas, como foi divulgado nesta quarta-feira (13)”, afirmou.

Ex-secretária diz que venda de ingressos para pessoas com deficiência em jogo da Seleção em Manaus desrespeita lei estadual

 

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

12 − 10 =