Conecte-se conosco

Amazonas

Governo do AM citou marido de assessora de Wilson Lima como contratado para programa ‘Anjos da Saúde’

A matéria do governo cita “o psicanalista contratado pelo projeto ‘Anjos da Saúde’, Inácio Ferreira, e atribui a ele a declaração de que familiares que perdem seus entes queridos com Covid-19 são os mais afetados psicologicamente.

A assessora e consultora de imagem e discurso do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) Carla Pollake da Silva, conseguiu emplacar um trabalho para o marido, o psicanalista Inácio Ferreira, no programa ‘Anjos da Saúde’ que, de acordo com depoimento do ex-secretário de Saúde do Estado Rodrigo Tobias à CPI da Pandemia, foi criado por ela e implantado junto com a secretária Simone Papaiz.

A informação de que o psicanalista Inácio Ferreira, foi contratado para trabalhar no programa ‘Anjos da Saúde’ foi publicada em notícia do próprio governo do Estado, no último dia 6, com o título ‘Anjos da Saúde’ amplia serviço de atendimento psicossocial em unidades da rede estadual de saúde, em Manaus’.

Matéria publicada no site do governo do Amazonas cita o marido de Carla Pollake como contratado no ‘Anjos da Saúde’

A matéria cita “o psicanalista contratado pelo projeto ‘Anjos da Saúde’, Inácio Ferreira, e atribui a ele a afirmação de que familiares que perdem seus entes queridos com Covid-19 e profissionais da linha de frente são os mais afetados psicologicamente e precisam de um amparo, como o que o projeto oferece. E traz a seguinte declaração: “A gente trabalha com aconselhamento e também ajudando elas neste momento de transição, que é o que o hospital aqui faz. Também trabalho com a parte dos médicos e dos demais profissionais de saúde, ajudando neste processo onde a realidade de quem trabalha na frente de combate é muito dura. Então, toda essa carga emocional que os profissionais estão enfrentando todos os dias e a gente, como Anjos da Saúde, estamos procurando estar à disposição para ajudá-los neste momento, para que eles tenham equilíbrio e, principalmente, paz emocional para poder continuar fazendo o que já fazem com tanta maestria”.

A jornalista Carla Pollake casou com Inácio Ferreira em dezembro de 2019, no Estado do Espírito Santos, terra natal de ambos.

De acordo com informação do governo do Estado, “diante da pandemia do novo coronavírus, a rede estadual de saúde precisou aumentar diversas demandas tanto de profissionais quanto de equipamentos médicos”. E que, “nesse cenário, outro serviço que viu a demanda subir consideravelmente foi o de atendimento psicossocial. Desde informações aos familiares, até atendimento psicológico a profissionais, o ‘Anjos da Saúde’ é um projeto do Governo do Amazonas que busca dar suporte a esse tipo de atendimento dentro e fora das unidades”.

O projeto, que seria lançado no início de maio deste ano, foi antecipado para abril por conta da pandemia. Ao todo, segundo o governo, 39 profissionais, entre assistentes sociais, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros e técnicos de enfermagem foram contratados para dar reforço ao atendimento interno e nas tendas de triagem externas, que foram implantadas nas unidades de saúde para organizar o fluxo de pacientes na rede.

“O projeto Anjos da Saúde foi idealizado pelo Governo do Estado através de uma pesquisa junto à população. Dentro dessa pesquisa, foi observado que precisaria tratar a população de forma mais humanizada, buscando um atendimento mais qualificado dentro das unidades. Através desse projeto a gente tá buscando fazer esse acolhimento, tratar de forma humanizada as pessoas que estão procurando as unidades”, afirmou a gerente do ‘Anjos da Saúde’, Neila Corrêia.

Depoimento

Durante depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito da Saúde do Amazonas, a CPI da Saúde, nesta segunda-feira, 29, o nome de Carla Pollake voltou a ser destaque durante depoimento do ex-secretário da Susam, Rodrigo Tobias. O gestor revelou que o projeto Anjos da Saúde, que custou R$ 6 milhões aos cofres, foi deferido pela `número três do Governo do Amazonas`, passando por cima de indicações de pendências feitas pelo até então titular da pasta. O fato foi o estopim para a saída de Tobias, no dia 08 de abril, e o anúncio de Simone Papaiz para o cargo.

Para o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos), a revelação do ex-titular da Susam é grave e comprova a força de Carla Pollake, que apesar de não aparecer entre os cargos do Estado, figura como autoridade de aprovar um projeto milionário. Na época, em live no canal oficial do governo, a secretária Papaiz chegou a afirmar que o projeto era “a menina dos olhos do governador”, lembrou o líder da minoria.

“Muito grave a denúncia porque o ex-secretário afirma que essa Carla Pollake, que é a terceira na hierarquia do governo, mesmo não ocupando nenhum cargo, ligou para o secretário para pedir aprovação de um projeto de R$ 6 milhões, isso é muito grave”, disse Barreto, que é membro da comissão.

Em oitiva, o ex-secretário explicou que o Anjos da Saúde não foi um projeto desenvolvido pela Susam, mas sim pela Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades), e executado pela Secretaria de Estado do Amazonas, mesmo com a vontade contrária de Tobias. O gestor contou, ainda, que por muitas vezes houve interferências na pasta sem anuência dele e que isso o constrangia.

 

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 + 12 =

Need Help? Chat with us