Conecte-se conosco

Amazonas

Fibra ótica: Huawei investe na capacitação profissional digital para jovens no Amazonas

O público-alvo da empresa são jovens entre 15 e 29 anos que estão fora do mercado de trabalho e também não estão matriculados em instituições de ensino.

A Huawei, empresa multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações, anunciou a entrega de quatro laboratórios de instalação e manutenção de tecnologia Fiber To The Home (FTTH) ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (IFAM). A iniciativa é profissionalizar jovens e aumentar a mão de obra capacitada para trabalhar com fibra ótica.

O público-alvo da empresa, por ora, são jovens entre 15 e 29 anos que estão fora do mercado de trabalho e também não estão matriculados em instituições de ensino.

Os laboratórios instalados no IFAM têm como objetivo, ainda, contribuir com a estruturação da banda larga fixa no Amazonas, o que poderá dar suporte à tecnologia 5G na região.

Para começar o funcionamento do laboratório, o IFAM irá disponibilizar treinamentos sobre tecnologia FTTH no Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel).

A Huawei possui convênio com 80 universidades brasileiras e pretende chegar a 100, sendo o IFAM uma das instituições conveniadas, que também oferece cursos na área de tecnologia com duração de 10 dias por meio do programa Huawei ICT Academy.

Falta mão de obra qualificada

Não é segredo que o Brasil, há algum tempo, luta contra a escassez de mão de obra qualificada no setor de tecnologia da informação e telecomunicação. O déficit chega a marca de pelo menos 400 mil profissionais qualificados até 2022.

Bruno Zitnick, diretor de relações institucionais da Huawei Brasil, afirmou que o Norte e Nordeste são as regiões com maior defasagem de profissionais da tecnologia no país. Para ele, a forma de combate para diminuir essa lacuna é justamente a oferta de empregos na área e, para isso, é preciso capacitar a mão de obra.

Dentre os esforços tecnológicos da Huawei na região, além dos laboratórios, estão a tecnologia capaz de identificar queimadas e desmatamento – esforço este que está sendo realizado junto às autoridades do Amazonas e que deve ser entregue ao governo do estado em agosto deste ano -, e uma tecnologia de detecção de lixo em rios e afluentes.

A companhia também entregou cerca de 200 tablets ao munícipio de Parintins, com intuito de capacitar professores municipais a implementar ferramentas digitais em sala de aula.

Com informações do site Olhar Digital.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80