Conecte-se conosco

Amazonas

Estudo usado por Wilson Lima diz que pico de Covid-19 no Amazonas ‘já passou’

Na quinta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, o Estado registrou mais de 400 novos casos oficiais de Covid-19, com total de 5.254 infectados e mais 45 mortes, com total de 425 .

Os coordenadores da equipe multidisciplinar composta por médicos, infectologistas, estatísticos e economistas que vai fazer as projeções para o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) decidir sobre o grau de retomada das atividades econômicas no Estado, os professores Samy Dana e Alexandre Simas, publicaram  estudo em que concluíram que o pico de casos de Covid-19 no Estado ocorreu entre os dias 22 e 30 de abril, com média de óbitos no período de 41 por dia.

Na quinta-feira, pelo terceiro dia consecutivo, o Estado registrou mais de 400 novos casos oficiais de Covid-19, com total de 5.254 infectados e mais 45 mortes, com total de 425 .A pandemia de Covid-19 deixa o Amazonas em um dos piores cenários do país, com colapso no sistema público de saúde e, também, no sistema funerário.

O Estudo contraria os números da própria Fundação de Vigilância Sanitária do Estado (FVS)
E o ministro da Saúde Nelson Teich, que disse, ontem, que não há como liberar isolamento com curva em ascensão, no dia em que o país bateu um novo recorde diário de casos de coronavírus e já ultrapassou a china em infectado.

Samy Dana foi sócio do secretário da Fazenda do Estado, Alex Del Giglio, na Asr Consultoria em Gestão Empresarial Ltda., empresa hoje baixada, de acordo com o site da Receita federal. E também realizou o estudo, junto a um grupo multidisciplinar de pesquisadores, que previu, ainda,  que o pico de óbitos causados pelo coronavírus no Brasil deve acontecer em meados de maio, entre os dias 11 e 16 de maio, com cerca de 38 mil óbitos pela doença.

O estudo previu dois cenários: com fila única e com fila separada para encaminhamentos de pacientes às Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) do sistema público e dos hospitais privados.

No caso do Amazonas, com fila única, o estudo previu que o pico de mortes ocorreria entre 22 a 30 de abril de 2020, com média de 41 mortos por dia, com média de 951 mortes acumuladas, com “uma completa exaustão do sistema de saúde, considerando como cenário que 360 leitos de UTI estão disponíveis para a Covid-19, juntando leitos públicos e privados”.

No caso de fila separada, o estudo não viu grandes diferenças com relação à fila única, “devido à grande exaustão do sistema público de saúde e à baixa capacidade do sistema privado”. Mas a média de mortes subiria para 1.070, com pico entre 26 e 30 de abril de 2020.

O governo do Amazonas informou que prorrogou as medidas restritivas de combate ao coronavírus até 13 de maio e anunciou um plano para “retomada gradual das atividades econômicas em Manaus e região metropolitana, “condicionada à análise da curva de casos do novo coronavírus (Covid-19)” por um comitê que vai monitorar a curva de casos e auxiliar a tomada de decisão sobre flexibilização do isolamento social.

O governador Wilson Lima (PSC)  disse que reabertura gradual da economia vai depender da confirmação das projeções feitas pela equipe coordenada por Samy Dana e Alexandre Simas.

Na quinta-feira, sem citar o estudo de Samy Dana,  o governo do Amazonas informou um  estudo apontando que Manaus e cidades da região metropolitana já atingiram o pico, que permanece até o dia 10 de maio, com início de curva decrescente a partir do dia 11.

Segundo o governo, as medidas de restrição seguem até o dia 13 de maio, com ampliação da fiscalização. É obrigatório, no próximo período, o uso de máscaras e a implementação de meios de desinfecção e lavagem de mãos fora do ambiente, na entrada dos estabelecimentos.

O plano prevê, ainda, ampliar a capacidade de testagem e monitoramento de sintomas para identificar e ajustar o cronograma e a velocidade de liberação das atividades econômicas, protegendo grupos de risco.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 2 =