Conecte-se conosco

Amazonas

Deputado denuncia casos de crianças mutiladas por hanseníase e adolescentes com HIV sem atendimento no AM

Wilker Barreto constatou a falta de investimento do Executivo no hospital Alfredo da Mata, em Manaus, centro de referência nas áreas dermatológicas e câncer de pele.

Casos de hanseníase em adolescentes no interior do Amazonas, sem atendimento, foram denunciados. (Foto:Reprodução)

Na sessão ordinária híbrida da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta terça-feira, 29, o deputado estadual Wilker Barreto (Cidadania) cobrou maior atenção do Governo do Amazonas em ações de prevenção e tratamento das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e hanseníase no Estado. O apelo é uma resposta à visita do parlamentar na Fundação de Dermatologia Tropical e Venereologia Alfredo da Matta (FUAM), na última segunda-feira (28), onde foi constatada a falta de investimento do Executivo na unidade, considerada centro de referência nas áreas dermatológicas e câncer de pele.

Em seu pronunciamento, Wilker afirmou que a ausência de ações de políticas públicas por parte do Executivo para o enfrentamento da hanseníase no interior do Amazonas vem deixando crianças e adolescentes sem o devido tratamento da doença, ocasionando lesões severas e irreversíveis. A falta de campanhas educativas a respeito das doenças DST, especialmente HIV/AIDS, reflete negativamente também no Estado, já que o Amazonas ocupa o primeiro lugar em diagnósticos positivos da doença em menores de 15 anos.

“O Amazonas é campeão nacional de contaminação por HIV em adolescentes de 15 anos, isso é grave. Cadê o dinheiro da propaganda, cadê as campanhas educativas, nós estamos perdendo as vidas dos nossos adolescentes, crianças estão sendo mutiladas no interior com hanseníase por falta de políticas públicas”, ponderou Barreto, ao frisar que com o investimento de R$4 milhões o Executivo poderia reduzir a carga da Hanseníase no Amazonas através do projeto Apeli.

Solução

Wilker aproveitou, ainda, para chamar a atenção dos órgãos de controle para o abandono da Fundação Alfredo da Matta e a falta de investimento do governo na unidade. “Faço um apelo, em nome da sociedade amazonense, para que o governo e os órgãos de controle como Ministério Público, Tribunal de Contas olhem para o abandono que se encontra hoje o Alfredo da Matta”, explicou.

Diante da precariedade, o deputado irá pedir uma reunião, no seio da Comissão de Saúde da Casa Legislativa, com o secretário de saúde, Anoar Samad, e a direção da fundação para discutir soluções financeiras para aprimoramento dos atendimentos na unidade.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × dois =