Conecte-se conosco

Amazonas

CPI: requerimento para convocar Wilson Lima fala em fraudes, superfaturamento e desvios

A CPI deve apreciar, ainda, requerimentos para ouvir outras autoridades e personalidades do Amazonas, incluindo sindicatos dos médicos e dos trabalhadores da saúde.

O requerimento apresentado pelo senador Marcos Rogério, líder do Democratas, para convocar o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI da Pandemia) criada para apurar as ações e omissões no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil, deve ser votado nesta semana, junto com outros, de ministros, governadores, prefeitos e secretários estaduais e municipais de saúde e um integrante do Supremo Tribunal Federal.

O requerimento de Marcos Rogérios para convocar Wilson Lima diz: “requeremos a convocação do Sr. Wilson Lima, Governador do Estado do Amazonas, para prestar depoimento nesta CPI criada para apurar as ações e omissões no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com a ausência de oxigênio para os pacientes internados e as possíveis irregularidades em contratos, fraudes em licitações, superfaturamentos, desvio de recursos públicos, assinatura de contratos com empresas de fachada para prestação de serviços genéricos ou fictícios, entre outros ilícitos, se valendo para isso de recursos originados da União Federal”.

E destaca, ainda: “bem como outras ações ou omissões cometidas por administradores públicos federais, estaduais e municipais, no trato com a coisa pública, durante a vigência da calamidade originada pela Pandemia do Coronavírus ‘Sars-CoV-2’, limitado apenas quanto à fiscalização dos recursos da União repassados aos demais entes federados para as ações de prevenção e combate à Pandemia da Covid-19, e excluindo as matérias de competência constitucional atribuídas aos Estados, Distrito Federal e Municípios.”

A CPI deve apreciar, ainda, requerimentos do senador Humberto Costa (PT/PE), para ouvir o presidente do Conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM), Franmartony Firmo, o presidente do Sindicato dos Médicos dos Amazonas,  Mario Vianna; e a presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, Cleidinir Socorro.

O senador Marcos Rogério também apresentou requerimento para ouvir a promotora de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas Silvana Nobre de Lima Cabral, a ex-Secretária de Saúde do Estado do Amazonas, Simone Papaize e o atual secretário, Marcellus Campêlo.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *