Conecte-se conosco

Amazonas

Arthur Lira anuncia nova eleição para vice da Câmara; Marcelo Ramos foi destituído do cargo

No Twitter, Ramos afirmou que “respeita” e vai cumprir a decisão do ministro porque é um “democrata”

Foto: Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), anunciou uma nova eleição para decidir três cargos da Mesa Diretora, entre eles o de vice-presidente, antes ocupado pelo deputado Marcelo Ramos (PSD-AM). Isso porque o ministro Alexandre de Moraes, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), reconsiderou uma decisão de abril que mantinha Ramos no posto, afirmando hoje que a eleição para a Mesa é um assunto interno da Câmara. As informações são do UOL.

Com isso, foi publicado no fim da tarde um ato que retira Ramos da Mesa e outros dois parlamentares — Marília Arraes (Solidariedade-PE) e Rose Modesto (União-MS), que ocupam as segunda e terceira secretarias, respectivamente. Os três trocaram de partido desde que foram eleitos para a Mesa. Ramos deixou o PL para se filiar ao PSD, enquanto Arraes saiu do PT e Modesto, do PSDB.
No Twitter, Ramos afirmou que “respeita” e vai cumprir a decisão do ministro porque é um “democrata”. O deputado escreveu ainda que “diferente dos que vendem suas consciências e vendem a democracia por alguns tostões, eu sempre ficarei com os meus ideias”. “Quero dizer que respeito e cumpro a decisão do Ministro Alexandre de Moraes que, não julgou o mérito, mas a incompetência do TSE. Eu sou um democrata e jurei a Constituição, defendo as decisões judiciais até quando discordo delas”, disse Ramos no Twitter.
A briga pelo cargo foi motivada pelas duras críticas de Ramos aos decretos publicados pelo governo de Jair Bolsonaro (PL), que reduzem o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados e impactam a Zona Franca de Manaus. Durante uma transmissão semanal, o presidente da República chegou a admitir que pediu ao PL para destituir Ramos do cargo.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um × 3 =