Conecte-se conosco

Amazonas

Após Petrobras anunciar a venda de Urucu, BR Distribuidora é autorizada a vender gás natural em todo o Pais

A BR argumenta que a comercialização de gás natural está alinhada ao seu plano estratégico.

Após a Petrobras anunciar a venda da totalidade de sua participação em sete concessões de produção terrestres localizadas na Bacia de Solimões, no Amazonas, a BR Distribuidora informou que a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) autorizou a atividade de comercialização de gás natural em todo o território nacional.

A autorização já está em vigor. A BR argumenta que a comercialização de gás natural está alinhada ao seu plano estratégico. “A companhia está atenta às oportunidades que serão geradas pela abertura desse mercado. Esse movimento está alinhado à gestão de portfólio, que é uma das dez iniciativas anunciadas pela companhia, logo após a sua privatização”, diz a empresa.

A empresa diz que esse é apenas um passo de “muitos necessários para viabilizar a efetiva atuação como comercializador de gás”, entre os quais destacam-se a regulamentação da figura do consumidor livre nos estados e definições regulatórias acerca do acesso aos gasodutos de transporte.

A empresa diz que esse é apenas um passo de “muitos necessários para viabilizar a efetiva atuação como comercializador de gás”, entre os quais destacam-se a regulamentação da figura do consumidor livre nos estados e definições regulatórias acerca do acesso aos gasodutos de transporte.

A Petrobras anunciou na sexta-feira (27) venda da totalidade de sua participação em um conjunto de sete concessões de produção terrestres localizadas na Bacia de Solimões, no Amazonas. De acordo com a empresa, a medida deve contribuir para a redução do endividamento da Petrobras.

O Polo Urucu compreende concessões de produção (Araracanga, Arara Azul, Carapanaúba, Cupiúba, Leste do Urucu, Rio Urucu, Sudoeste Urucu), todas localizadas no Amazonas, nos municípios de Tefé e Coari, em uma área de aproximadamente 350 km2.

De acordo com a petroleira, o processo consiste na cessão dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção de óleo e gás natural. Além das concessões e suas instalações de produção, estão incluídos na transação, segundo a empresa, as unidades de processamento da produção de petróleo e gás natural e instalações logísticas de suporte à produção.

“Essa operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em águas profundas e ultra-profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos”, diz a estatal.

A petroleira afirma, ainda, que o processo de venda não prevê demissões de empregados da Petrobras na região. A empresa diz que todos funcionários serão realocados para outras unidades organizacionais da companhia.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 2 =

Need Help? Chat with us