Conecte-se conosco

Amazonas

Amazonas tem três mortes confirmadas pelo novo coronavírus e investiga mais uma suspeita

Estado tem hoje 175 casos confirmados de Covid-19, dos quais 16 estão em municípios do interior

Com duas mortes nas últimas 24 horas, subiu para três o número de vítimas fatais pelo novo coronavírus no Amazonas. A morte de um paciente com suspeita da doença também está em investigação. A informação é da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

Uma das mortes já havia sido confirmada pelo órgão, na manhã de hoje (31). O músico Binho Lopes, de 43 anos, estava internado no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, na zona norte de Manaus, desde 21 de março e recebia o tratamento, em caráter de pesquisa, com cloroquina, desde o último dia 23. Ele morreu na noite de ontem.

A terceira morte, de acordo com a FVS, aconteceu na manhã desta terça-feira, de um paciente que morreu a caminho de uma unidade de saúde em busca de atendimento.

A FVS orienta que, nos casos de morte por Covid-19, o velório deve ser reduzido a uma despedida dos familiares de aproximadamente uma hora, reunindo no máximo 15 pessoas, fazendo uso de máscara, em local onde seja possível lavar as mãos ou que disponibilize álcool em gel.

Números e perfil dos pacientes

O balanço da FVS e da Secretaria de Estado de Saúde (Susam)  mostra que, de ontem para hoje, 24 novos casos de Covid-19 foram confirmados no Estado, uma média de uma infecção a cada hora. Do total de 175 contaminados que o Amazonas tem hoje, 16 estão no interior (Parintins, Manacapuru, Santo Antônio do Içá, Itacoatiara, Anori, Boca do Acre, Novo Airão e Careiro da Várzea).

Há 28 pacientes internados, sendo 12 em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Desses que precisam de cuidados intensivos, três se encontram no Hospital Delphina Aziz e novo em unidades privadas. O Laboratório Central de Saúde pública (Lacen) investiga 120 suspeitas de novo coronavírus.

De acordo com a diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto, 25 profissionais de saúde testaram positivo para a doença, o que representa 14,2% do total de confirmações.

No Estado, a Covid-19 tem acometido em maior parte pessoas de 30 a 49 anos. É nessa faixa de idade que se encontram todos os pacientes que morreram com a doença no Amazonas e que, segundo a FVS, apresentavam condições que propiciam o agravamento do quadro: obesidade, hipertensão e diabetes.

De acordo com Rosemary Pinto, o primeiro paciente a morrer de Covid-19 no Estado, um parintinense de 49 anos, era obeso e hipertenso. O segundo caso, do músico de 43 anos que morreu ontem, apresentava obesidade, enquanto a terceira morte, na manhã de hoje, foi de um diabético. A idade dele não foi divulgada.

O secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, voltou a pedir para as pessoas manterem o isolamento social como forma de  tentar reduzir a velocidade do contágio. “A tendência é que lotem nossos leitos de UTI”, alertou.

 

© 2019-2021 - 18 Horas - Todos os direitos reservados.
Rede de Rádio Difusão Novidade Técnica LTDA
34.503.722/0001-80