Conecte-se conosco

Amazonas

Amazonas fica entre os últimos em ranking de transparência de 2022

Segundo o Rankin, o governo do Amazonas cumpriu apenas parte dos requisitos exigidos pela avaliação e só atingiu um desempenho considerado ‘regular’.

O governo do Amazonas alcançou apenas 56,1 pontos no ranking de transparência e teve seu desempenho considerado ‘regular’ no Índice de Transparência e Governança Pública da Transparência Internacional – Brasil.


Segundo o Rankin, o governo do Amazonas cumpriu parte dos requisitos exigidos pela avaliação e só atingiu um desempenho considerado ‘regular’.

O estado apresenta regulamentação da minoria das normas consideradas essenciais para a promoção da integridade e transparência e pode melhorar o seu desempenho ao publicar dados detalhados sobre emendas parlamentares estaduais, obras públicas, incentivos fiscais, concessões de crédito e financiamentos, notas fiscais eletrônicas, registros públicos de empresas, além de publicar as agendas das autoridades estaduais.

O Amazonas também pode promover mais políticas participativas, envolver os cidadãos na tomada de decisão e implementar conselhos participativos.

A organização avaliou como está a transparência de informações de interesse público dos 26 governos estaduais, além do Distrito Federal, com o objetivo de oferecer um instrumento adicional para que a sociedade, a imprensa e os próprios órgãos de controle tenham acesso à informação e monitorem as ações do poder público na promoção da transparência, participação social e no combate à corrupção.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

11 + onze =