Conecte-se conosco

Amazonas

Amazonas: Deputados convocam empresário que denunciou corrupção em contrato da Seduc

Os parlamentares subscreveram um requerimento do deputado Wilker Barreto (Podemos), protocolado terça-feira (27) à Mesa Diretora e nas Comissões de Educação e Finanças.

Manaus-AM – 21/08/2019 – O Presidente Josué Neto (PSD), conduz o Pequeno Expediente na Sessão Plenária. (Fotos: Edmar Perrone/Aleam)

A Assembleia Legislativa do Amazonas com o voto de 18 deputados, aprovou a convocação do o empresário Francisco Dantas, dono da empresa Dantas Transporte, que denunciou ao procurador do Ministério Público de Contas do Estado (MPC) Carlos Alberto de Almeida o pagamento de “mensalinhos” a agentes políticos do Amazonas para manter contrato sem licitação de transporte escolar na Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A denúncia levou ao pedido de exoneração do então secretário da Seduc, Luiz Castro, anunciada oficialmente nesta quarta-feira.

Os parlamentares subscreveram um requerimento do deputado Wilker Barreto (Podemos), protocolado terça-feira (27) à Mesa Diretora e nas Comissões de Educação e Finanças. O documento que pede a convocação do dono da Dantas Transportes, o empresário Francisco Luiz Dantas da Silva, para dar explicações a denúncia de corrupção no contrato da Seduc ao MPC, que formalizou a denúncia ao Tribunal de Contas do Estado (TCE)

O parlamentar lembrou que uma possível recusa da vinda por parte do empresário poderá resultar em condução coercitiva, e uma possível abertura da CPI da Seduc.
“Se o empresário não comparecer, a alternativa será instalar uma CPI, e ele será convocado sob pena de condução coercitiva. Se ele teve coragem de denunciar ao MP cabe a Assembleia que é um órgão fiscalizador cumprir seu papel”, disse.

Convocação
 
Membro da Comissão de Educação, Wilker declarou que fez a convocação de Luiz Castro, que não compareceu, na terça-feira à ALE e terá uma nova data para comparecer. “O que ocorreu foi um pedido da Comissão de Educação apenas para pedir informação do Secretário Luiz Castro, não uma convocação. Pedi para a presidente da comissão, Deputada Therezinha Ruiz, refazer o documento e ele será convocado em breve”, esclareceu.

Clique para comentar

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

20 − cinco =